Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Intestino solto e inchaço abdominal? Saiba o que causa esses sintomas

Desconfortos como intestino solto e estufamento do abdômen podem estar associados a problemas como intolerância alimentar

Intestino solto e inchaço abdominal? Saiba o que causa esses sintomas
Intestino solto e inchaço abdominal? Saiba o que causa esses sintomas - Foto: Shutterstock

O intestino é considerado o segundo cérebro do nosso corpo. Isso porque o órgão apresenta milhões de conexões nervosas que interferem nos processos digestivos. Além disso, influencia no bem-estar de todo o organismo, impactando principalmente na imunidade. 

O médico gastroenterologista Dr. Nelson Cathcart Jr. alerta que a dieta do mundo ocidental é cada vez mais rica em carboidratos, ultraprocessados e gorduras. E é justamente isso o que faz com que sintomas como de estufamento e alteração na consistência das fezes sejam tão comuns atualmente.

“Com essa variabilidade ambiental, claro que nossa digestão muda. Mas quando esses sintomas deixam de ser esporádicos, tornam-se frequentes e interferem em nossa qualidade de vida (podendo gerar inclusive sintomas extra intestinais, como enxaqueca e lesões de pele), é importante investigá-los”, ressalta o médico.

Durante o quinto mês do ano, o Maio Roxo, mês de conscientização sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), esse assunto ganha mais visibilidade. Da mesma forma, também surgem mais dúvidas sobre o assunto.

O que causa o intestino solto?

O médico comenta que um dos principais questionamentos é se o intestino solto e o estufamento na barriga tem relação com as doenças inflamatórias, que causam grandes inflamações e danos na mucosa do intestino. No caso, a resposta é que sim. 

No entanto, doenças como Crohn e Retocolite não são as causas mais frequentes desse desconforto. Segundo o profissional, os principais motivos de intestino solto estão associados a quadros de intolerâncias alimentares, disbiose e algumas doenças. É o caso da síndrome do intestino irritável, por exemplo.

“Os quadros de intestino solto ou diarreia são divididos em agudos (duram até 14 dias) e crônicos (passam de um mês). As diarreias agudas possuem em sua maioria uma causa infecciosa (vírus, bactérias e protozoários), diferente da crônica onde doenças como síndrome do intestino irritável, doença celíaca e a tão falada intolerância à lactose podem explicar estes quadros”, explica.

Causas das alterações intestinais

Uma causa bem comum de estufamento e intestino solto (podendo em alguns casos causar também o intestino preso), são as intolerâncias alimentares. Dentre elas, a mais comum, de acordo com o médico, é a intolerância à lactose (o açúcar do leite).

“Essa intolerância pode atingir até 65% da população, em determinados grupos étnicos. A sua principal causa é a não persistência da enzima (lactase) responsável pela sua absorção no nosso intestino, fazendo com que este açúcar fique disponível no intestino. Isso causa grande fermentação pela nossa microbiota intestinal”, explica.

No entanto, outras intolerâncias podem causar sintomas e desconfortos intestinais. É o caso, por exemplo, da intolerância à frutose, intolerância ou sensibilidade ao trigo não celíaco, além de outros carboidratos fermentadores (FODMAP, na sigla em inglês). 

O médico explica que essa sigla significa: oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis fermentáveis. O termo quer dizer que alguns alimentos, apesar de saudáveis (como brócolis, repolho, maçã, pêssego e nectarina), podem gerar em alguns indivíduos excesso de fermentação e sintomas.

Portanto, segundo o médico, quando os sintomas do aparelho digestivo, por mais “bobos” que pareçam, como estufamento, intestino mais solto, fezes muito finas, devem ser levados ao especialista para investigação.

“Lembrando sempre daquilo que falamos na época do Maio Roxo: os sinais de alarme como perda de peso, sangramento nas fezes, febre, anemia, diarreias e dores com despertares noturnos devem investigados imediatamente, pois tem relação com as DIIs”, completa.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde Mental

Psicóloga explica que diferentes métodos podem ser combinados para tratar o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Veja quais são

Emagrecer

O o treinador e assessor esportivo Leandro Twin ensina três truques para quem deseja ganhar massa muscular e perder gordura simultaneamente

Saúde Mental

Muito associada a adultos, a bipolaridade também pode acometer crianças. Saiba como identificar possíveis sinais nos pequenos

Alimentação

Parar de consumir refrigerante é uma das medidas comumente adotadas por quem quer cuidar melhor da saúde