Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Mini AVC: conheça os sinais do Ataque Isquêmico Transitório (AIT)

O AIT (Ataque Isquêmico Transitório) apresenta sintomas e a recuperação completa dura menos de 1 hora, mas pode evoluir para um AVC

Mini AVC: conheça os sinais do Ataque Isquêmico Transitório (AIT)
Mini AVC: conheça os sinais do Ataque Isquêmico Transitório (AIT) - Foto: Shutterstock

Chamado popularmente de mini-AVC, o ataque isquêmico transitório (AIT) se assemelha muito ao acidente vascular cerebral. Isso porque os dois basicamente têm os mesmos sintomas, mas suas consequências são bem diferentes. 

Diferença entre o Acidente Vascular Cerebral e o Ataque Isquêmico Transitório

De acordo com o neurocirurgião Dr. Victor Hugo Espíndola, o Ataque Isquêmico Transitório (AIT) é como um princípio de AVC. “No AVC convencional a gente tem uma obstrução da artéria. Sem tratamento, essa obstrução é permanente. Com isso, aquela região do cérebro que seria irrigada por essa artéria vai ficar sem sangue e o tecido cerebral vai sofrer uma uma isquemia, causando o AVC”, explica.

Já no caso do AIT, a interrupção da circulação é transitória, ou seja, é temporária. “Nesse caso, o coágulo sai de alguma parte do corpo e obstrui uma artéria temporariamente, mas o corpo consegue se readaptar e abrir a artéria novamente, fazendo com que o fluxo sanguíneo volte ao normal”, esclarece o especialista.

Sinais de um AIT

Contudo, durante o período em que a artéria fica obstruída, o paciente apresenta os mesmos sintomas que um AVC. São eles:

  • Alteração da fala;
  • Alteração da força;
  • Distorção da boca (torta);
  • Perda de força nos membros;
  • Falta de equilíbrio.

O Dr. Victor Hugo enfatiza que, no caso do AIT, esses sintomas são transitórios. “Eles vão durar, por definição, em até 24 horas, mas na grande maioria dos casos melhora mais rápido, em uma ou duas horas. Além disso, o AIT não vai causar sequelas ou deixar lesões cerebrais, como o AVC vai deixar”, ressalta.

Fatores de risco

Assim como os sintomas, os fatores de risco para um AIT também são os mesmos que para um AVC. “Portanto, as condições acometem mais pessoas hipertensas, diabéticas, dislipidemicas (altos níveis de gordura no sangue), obesas, sedentárias e fumantes. Isso porque é como se fosse a mesma doença, em que há a obstrução da circulação sanguínea”, afirma o médico.

Normalmente, o AIT é considerado como um alerta, adverte Victor Hugo. Isso porque, sem investigar suas causas e mudar o estilo de vida, a chance de ter um AVC de fato é muito alta.

Advertisement

Você também vai gostar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia

Emagrecer

Diversos fatores levam ao ganho de peso. Conhecê-los é fundamental para conseguir emagrecer definitivamente

Dor

Diversos sintomas podem atingir o joelho, uma articulação naturalmente sobrecarregada. Entenda se os “estalos” exigem atenção