Connect with us

O que você está procurando?

Saúde da Mulher

Miomas afetam quase 50% das mulheres em idade fértil no Brasil; veja os sintomas

Miomas são tumores uterinos benignos, mas o tratamento pode levar à retirada do útero. Saiba como identificar a doença

Miomas afetam quase 50% das mulheres em idade fértil no Brasil; veja os sintomas
Miomas afetam quase 50% das mulheres em idade fértil no Brasil; veja os sintomas - Foto: Shutterstock

Julho é o mês de conscientização sobre os miomas, tumores uterinos benignos formados por tecido muscular. Segundo dados da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), a doença atinge quase 50% das mulheres em idade fértil no Brasil.

Conhecidos também como leiomiomas, seu surgimento têm causas desconhecidas. No entanto, sabe-se que seu crescimento depende de fatores hormonais, diminuindo de tamanho após a menopausa. Eles podem ser únicos ou múltiplos, além de bem pequenos até atingir enormes volumes.

Sintomas dos miomas

Na maioria dos casos, as mulheres não apresentam sintomas. Mas, quando isso ocorre, os sinais mais comuns são:

  • Sangramento intenso durante o período menstrual;
  • Ciclo menstrual mais longo;
  • Cólicas pélvicas;
  • Constipação;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Aumento de volume abdominal;
  • Sensação de peso na pelve.

Normalmente, as pacientes reclamam de sangramento uterino. “Pode ser um aumento do da duração do fluxo, da quantidade, ter sangramento durante o período ciclo menstrual no meio ou sangrar o mês todo. Então, existem diferentes queixas em relação ao padrão de sangramento”, explica o Dr. Thiers Soares, ginecologista especialista em miomas e médico do setor de endoscopia ginecológica Hospital Universitário Pedro Ernesto (da UERJ).

Diagnóstico

O diagnóstico dos miomas pode ser feito através de um exame físico e outro de imagem. O toque vaginal e o exame abdominal podem sinalizar a presença dos miomas. Além disso, a ultrassonografia transvaginal também pode indicar a presença dos tumores, afirma o Dr. Thiers.

O exame mais completo, no entanto, é ressonância. Isso porque ela é capaz de avaliar o útero, a quantidade, a localização e o tamanho dos miomas. “Especificamente para avaliar a cavidade uterina – isto é, a parte de dentro do útero – o exame padrão ouro é a histeroscopia”, acrescenta o especialista.

Tratamento – é necessário retirar o útero?

O tratamento definitivo mais comum para os miomas costuma ser a retirada de útero. No entanto, essa alternativa impacta diretamente a capacidade reprodutiva da mulher. Para as pacientes que ainda desejam engravidar, há outras formas de tratar os tumores. “Sempre que a paciente deseja engravidar ou manifesta a vontade de preservar o útero, esse deve ser o nosso objetivo”, destaca o ginecologista. 

Segundo ele, essa preservação pode ser via laparotômica (corte igual a da cesárea). Além desta, são opções que devem ser preferenciais a via robótica, laparoscópica e histeroscopia – neste caso, especialmente, quando o mioma é submucoso.

De acordo com o Dr. Alexandre Silva e Silva, médico especialista em cirurgia minimamente invasiva e cirurgia robótica, a retirada do útero acaba sendo a única alternativa devido ao grande volume dos nódulos e por todas as alterações que eles causam no órgão. “Por mais nódulos que possamos retirar, o útero que sobra fica tão alterado que não tem a capacidade de exercer a sua função que é gestar”, afirma.

É possível impedir o surgimento dos miomas?


Não é possível impedir o surgimento dos miomas, informa o Dr. Thiers. O médico reforça que a medicina ainda não sabe ao certo o que leva ao aparecimento dos tumores uterinos. Porém, há alguns fatores de risco conhecidos para a doença. Dentre eles, o especialista destaca ascendência negra, obesidade e gravidez tardia.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto