Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

O que a medicina tradicional chinesa nos ensina sobre saúde?

Segundo a medicina chinesa, os órgãos são como os elementos da Terra, e o corpo é capaz de curar os próprios males

O que a medicina tradicional chinesa nos ensina sobre a saúde?
O que a medicina tradicional chinesa nos ensina sobre a saúde? - Foto: Shutterstock

A medicina tradicional chinesa entende que o corpo humano é um sistema sofisticado, capaz de localizar as doenças e curá-las com recursos do próprio organismo. O baço/pâncreas e o estômago, por exemplo, são órgãos associados ao elemento Terra, relacionados com a digestão e absorção dos alimentos. Por isso, uma alimentação adequada é essencial para a saúde desses órgãos, explica a Dra. Patricia Liu Matsusako, especialista em medicina chinesa.

“Evite o consumo excessivo de alimentos processados, gordurosos e açucarados, que podem sobrecarregar o baço/pâncreas e o estômago, levando a problemas digestivos e emocionais, como ansiedade e preocupação. Opte por uma dieta equilibrada, com alimentos frescos e naturais, como frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, para promover a saúde desses órgãos”, indica. 

Conforme a médica, alguns exercícios podem fortalecer o coração e intestino delgado. Estes são órgãos associados ao elemento Fogo e estão relacionados com a circulação sanguínea e o processo de separação e absorção dos nutrientes. 

Na medicina chinesa, os órgãos são como os elementos da Terra

“A prática regular de exercícios físicos, como caminhada, corrida, natação e Tai Chi pode ajudar a fortalecer o sistema cardiovascular e promover a circulação sanguínea adequada. Além disso, a prática de exercícios também pode ajudar a liberar o estresse e a ansiedade, promovendo a saúde emocional, que está diretamente relacionada com o bom funcionamento do coração e intestino delgado”, afirma. 

De acordo com a medicina chinesa, o gerenciamento do estresse contribui para a saúde dos rins e da bexiga. “Os rins e a bexiga são órgãos associados ao elemento Água e estão relacionados com a filtragem e eliminação de toxinas do organismo, bem como com a regulação do equilíbrio hídrico. O estresse crônico pode afetar negativamente a saúde dos rins e da bexiga”, explica. 

Portanto, afirma a médica, é importante praticar técnicas de gerenciamento do estresse, como meditação, yoga, tai chi, respiração profunda e outras técnicas de relaxamento, para promover a saúde desses órgãos. Além disso, é fundamental manter-se hidratado, beber água regularmente ao longo do dia, para manter a saúde dos rins e da bexiga.

O ambiente externo influencia no bem-estar interno

Um outro ponto curioso é como um ambiente saudável é importante para a saúde dos pulmões e intestino grosso. “Os pulmões e o intestino grosso são órgãos associados ao elemento Metal e estão relacionados com a respiração e a eliminação de resíduos do organismo. Manter um ambiente saudável é fundamental para a saúde desses órgãos”, aponta a especialista. 

Por isso, é importante se certificar de ter uma boa ventilação nos ambientes, com janelas abertas regularmente para permitir a circulação de ar fresco. “Evite a exposição a poluentes do ar, como fumaça de cigarro e produtos químicos, que podem afetar a saúde dos pulmões. Além disso, é importante manter uma boa higiene pessoal e alimentar-se adequadamente, com uma dieta rica em fibras para promover a saúde do intestino grosso. Um intestino saudável é essencial para o bom funcionamento dos pulmões e para a eliminação eficaz de toxinas do organismo”, afirma.

O autocuidado é indispensável

O fígado e a vesícula biliar são órgãos associados ao elemento Madeira e estão relacionados com o metabolismo e a desintoxicação do organismo, aponta Patrícia. Portanto, práticas de autocuidado podem ser benéficas para a saúde desses órgãos. “Isso inclui garantir uma boa qualidade de sono, evitar o consumo excessivo de álcool e outras substâncias tóxicas, e adotar estratégias de gerenciamento do estresse, como mencionado anteriormente”, indica a médica. 

Além disso, é interessante praticar atividades que promovem a expressão emocional saudável, como a arte, a música, a terapia ou o diálogo aberto com entes queridos. Tudo isso também pode trazer benefícios para a saúde do fígado e da vesícula biliar. A prática regular de exercícios também pode ajudar a promover a saúde desses órgãos. 

“Lembrando que a Medicina Tradicional Chinesa é uma abordagem holística, que considera a interação entre corpo, mente e emoções na busca pelo equilíbrio e bem-estar. É importante consultar um profissional de saúde com qualificação e especialização em Medicina Tradicional Chinesa para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado às necessidades individuais”, destaca a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto