Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Pele de crianças e idosos é mais sensível ao calor; veja alguns cuidados

Por terem a pele mais sensível, crianças e idosos costumam sentir com mais intensidade os danos do calor extremo

Pele de crianças e idosos é mais sensível ao calor; veja alguns cuidados
Pele de crianças e idosos é mais sensível ao calor; veja alguns cuidados - Foto: Shutterstock

O Brasil está enfrentando uma grave onda de calor, em que as temperaturas devem ultrapassar os 40ºC, causando diversos danos à saúde. Os mais afetados são as crianças e os idosos. Isso porque eles possuem a pele mais fina em relação aos adultos, o que favorece a penetração mais profunda dos raios UV, tornando-os mais suscetíveis a queimaduras. Quem explica é o médico dermatologista Dr. Caique Costa Dias.

Além disso, o calor intenso pode pode agravar algumas doenças pré-existentes. “É o caso da miliária e da dermatite atópica, por exemplo, por conta do estímulo à produção de suor e maior tendência à pele seca quando há exposição direta à radiação”, explica o especialista.

Como se proteger do calor intenso

O dermatologista recomenda algumas medidas que podem ajudar a proteger o calor extremo. Os cuidados são especialmente importantes para crianças e idosos. Confira:

  • Utilizar protetor solar de forma rotineira (isto é, a cada 2 horas), com fator de proteção igual ou acima de 30;
  • Utilizar barreira física, como camisas com proteção UV e chapéus quando houver exposição solar direta;
  • Em piscinas ou no mar, utilizar protetor solar resistente à água.

Sinais de queimaduras e insolação

O médico chama atenção para sinais como vermelhidão, descamação, bolhas, hiperpigmentação. Além disso, os casos mais graves podem apresentar febre. Todos esses sintomas podem indicar queimaduras e/ou quadros de insolação. “Um profissional de saúde deve ser acionado quando houver algum desses sintomas”, destaca.

Dermocosméticos e medicamentos que podem ajudar

Caique recomenda o uso de hidratantes não oclusivos com a base de creme para manter hidratada a pele de crianças e idosas. Além disso, eles são indicados para o tratamento de peles com tendência a xerose ou no alívio sintomático de queimaduras de primeiro grau.

Já no caso de queimaduras, o uso de analgésicos comuns e cremes hidratantes ajudam a controlar a dor e o desconforto. “Podem ser utilizados hidratantes com alguns ativos refrescantes como aloe vera ou mentol, por exemplo”, afirma.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde Mental

Psicóloga explica que diferentes métodos podem ser combinados para tratar o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Veja quais são

Emagrecer

O o treinador e assessor esportivo Leandro Twin ensina três truques para quem deseja ganhar massa muscular e perder gordura simultaneamente

Saúde Mental

Muito associada a adultos, a bipolaridade também pode acometer crianças. Saiba como identificar possíveis sinais nos pequenos

Alimentação

Parar de consumir refrigerante é uma das medidas comumente adotadas por quem quer cuidar melhor da saúde