Connect with us

O que você está procurando?

Fitness

Personal destaca benefícios da musculação na terceira idade; veja

Manter uma rotina regular de exercícios de musculação na terceira idade previne lesões e uma série de doenças comuns da faixa etária

Personal destaca benefícios da musculação na terceira idade; veja
Personal destaca benefícios da musculação na terceira idade; veja - Foto: Shutterstock

Abandonar o sedentarismo e adotar uma rotina regular de exercícios físicos é importante em qualquer fase da vida. No entanto, na terceira idade, esse estilo de vida tem um potencial benéfico ainda maior, como explica Luciana Gusmão, personal e professora de educação física na Premiere Training Gym.

De acordo com a profissional, além de prevenir muitas das doenças oriundas do sedentarismo e do próprio avanço da idade (como hipertensão, diabetes e problemas coronarianos, por exemplo) a musculação na terceira idade é uma forma de adquirir maior mobilidade para evitar as variadas quedas que a falta de força e massa muscular ocasionam nessa faixa etária.

Benefícios da musculação na terceira idade

Dentre os inúmeros benefícios da prática, Luciana destaca principalmente o controle do colesterol, da diabetes e da hipertensão. Além disso, há também um considerável ganho cognitivo, o que ajuda a prevenir quadros de demência. Tudo isso está associado ao ganho de massa muscular. 

“Hoje nós temos várias pesquisas associadas à melhoria cognitiva, evitando quadros de demência com nível de massa muscular. Esses estudos trazem inúmeros benefícios significativos da melhoria da cognição em pessoas que praticam a musculação e que adquirem mais massa magra”, afirma a personal.

Mas não acaba por aí. A musculação na terceira idade também é uma grande aliada na prevenção de lesões. Como não tem impacto, e permite modelar a postura, a prática evita contusões, algo bastante comum nesta faixa etária. “Portanto, é sim uma medicina preventiva”, destaca Luciana.

A professora de educação física ressalta que é bom sempre ter um acompanhamento médico para verificar o quadro clínico do paciente. Além disso, esta é uma forma de identificar as lesões já existentes e evitar agravá-las.

Advertisement

Você também vai gostar

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia

Emagrecer

Diversos fatores levam ao ganho de peso. Conhecê-los é fundamental para conseguir emagrecer definitivamente