Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Prevenção da cegueira: doenças que colocam sua visão em risco

De 60% a 80% dos casos de cegueira no mundo são evitáveis. Saiba quais doenças podem levar à cegueira de forma reversível e irreversível

Prevenção da cegueira: doenças que colocam sua visão em risco
Prevenção da cegueira: doenças que colocam sua visão em risco - Foto: Shutterstock

Estamos no Abril Marrom, mês de prevenção, combate e reabilitação às diversas espécies de cegueira. A campanha é fundamental, uma vez que a maioria dos casos de perda de visão é tratável quando diagnosticada precocemente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 60% a 80% dos casos de cegueira são evitáveis.

Este é o caso do glaucoma em que ocorre a lenta perda do campo visual sem apresentar nenhum sintoma e, geralmente, surge a partir dos 40 anos. Ainda segundo a OMS, no mundo hoje há aproximadamente 39 milhões de indivíduos cegos, sendo que 82% tem idade acima de 50 anos. 

Além disso, conforme o último censo do IBGE, que levantou dados de 2022, 3,1% dos brasileiros, ou 6,3 milhões não enxergam de modo algum mesmo usando óculos. Muitos desses casos são consequência de doenças que atingem a visão de forma degenerativa, assim como o glaucoma.

O problema, afirma o oftalmologista Dr. Leôncio Queiroz Neto do Instituto Penido Burnier de Campinas, é que muitas doenças só são percebidas em estágio avançado.

Causas para cegueira

De acordo com o médico oftalmologista do CBV – Hospital de Olhos, Dr. Pedro Lima, existem inúmeras causas de cegueira. Ainda que o problema seja mais comum em pessoas a partir dos 50 anos, a perda de visão pode atingir todas as faixas etárias – desde os recém-nascidos com glaucoma congênito, catarata congênita, retinopatia de prematuridade e tumores intra oculares, dentre outros.

“Sendo que em alguns pacientes essas patologias podem levar a casos de cegueira irreversível a depender da celeridade do diagnóstico, bem como do tratamento precoce/gravidade da doença”, diz o especialista. 

Conforme Pedro, as principais causas de cegueira hoje são:

  • Catarata;
  • Glaucoma;
  • Retinopatia diabética;
  • Degeneração macular relacionada à idade;
  • Descolamento de retina.

A catarata é a principal causa de cegueira reversível no Brasil e no mundo, enquanto o glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível.

Sintomas de problemas na visão

O principal sintoma do surgimento de um caso de cegueira é a baixa visual. “O indivíduo começa a se queixar de redução da acuidade visual de maneira parcial ou total, lentamente ou subitamente. Porém, é recomendável sempre a procura de um oftalmologista no surgimento desses sintomas”, alerta o especialista.

Glaucoma

O glaucoma representa um grande problema, uma vez que a doença não apresenta sintomas. Isso faz com que metade dos portadores da condição cheguem à primeira consulta com perda irreversível do campo visual, alerta o Dr. Leôncio.

O diagnóstico é feito através da tonometria que mede a pressão intraocular, exame de fundo de olho e campimetria que mede o campo visual. Com relação ao tratamento, Leôncio aponta a aplicação de laser como uma terapia de primeira linha para a condição. 

“A maioria dos pacientes usam entre dois e três colírios diariamente para manter a pressão intraocular sob controle. A descontinuidade do tratamento medicamentoso pode levar à perda da visão”, diz o especialista.

Contudo, é o glaucoma secundário causado por trauma, hipertensão arterial, ou diabetes que mais causa a perda da visão.

O oftalmologista lembra que a condição também pode ser hereditária, especialmente entre negros e asiáticos, ou decorrente de alta miopia, escavação no nervo óptico, sangramento no fundo do olho, trauma. hipertensão arterial e diabetes.

Tratamentos e acessibilidade

O Dr. Pedro Lima destaca que o tratamento da cegueira vai depender de cada caso. Isso porque existem doenças reversíveis e irreversíveis, como já mencionado. “O tipo de doença  e o seu estágio no diagnóstico são fatores decisivos para o tratamento”, afirma o médico. 

Doenças como glaucoma, alguns casos de degenerações maculares e descolamentos de retina podem ter tratamento sem possibilidade curativa parcial ou total. Já a catarata, em sua grande maioria de casos, é quase sempre tratada com o implante de lente intraocular.

O médico destaca ainda que o ano de 2021 registrou um grande marco na saúde oftalmológica. Isso porque, a Lei 14.126 classificou a visão monocular como deficiência sensorial, do tipo visual. Assim, pacientes com cegueira em um dos olhos passam a ser enquadrados como PCD (pessoa com deficiência).

“Com isso, eles podem gozar de todos os direitos. Isto é, transporte interestadual gratuito, benefícios tributários no imposto de renda e na compra de veículos, dentre outros”, finaliza Pedro.

Advertisement

Você também vai gostar

Fitness

Se você treina e ainda consome refrigerante regularmente, veja os prejuízos que a bebida está causando ao seu organismo

Saúde Bucal

Mesmo com dentes de leite, as crianças com bruxismo devem passar pelo tratamento, uma vez que a condição pode causar problemas mais graves

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema