Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Retinoblastoma: doença não tem prevenção, mas tem cura; entenda

O retinoblastoma é uma neoplasia que se desenvolve na retina e atinge geralmente crianças abaixo de cinco anos de idade

Retinoblastoma: doença não tem prevenção, mas tem cura; entenda
Retinoblastoma: doença não tem prevenção, mas tem cura; entenda - Foto: Shutterstock

Hoje é o Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma (18/09). A doença é um tipo raro de câncer que se desenvolve na retina, camada de tecido sensível à luz que reveste a parte interna do olho. 

“Esta é uma parte crucial do sistema visual humano, pois desempenha um papel fundamental na captação de informações visuais e no envio dessas informações ao cérebro para processamento”, explica a Dra. Delise Bigatton Biasi, médica oftalmologista do Hospital de Olhos de Cuiabá (HOC).

A condição, geralmente, afeta crianças pequenas, sendo mais comum em crianças com menos de cinco anos de idade. Segundo a médica, os principais fatores de risco para o retinoblastoma incluem mutações genéticas (hereditárias e não hereditárias). “Ter um histórico familiar da doença aumenta o risco”, afirma.

Sintomas e diagnóstico

Os sintomas do retinoblastoma podem incluir um reflexo branco na pupila (leucocoria), olhos desalinhados (estrabismo) e baixa ou perda de visão. Já o diagnóstico é geralmente feito pelo oftalmologista através de exames oculares, incluindo o exame do reflexo pupilar e o fundo de olho.

Retinoblastoma tem cura?

Conforme a Dra. Delise, não é possível prevenir o retinoblastoma, pois a maioria dos casos tem causa em mutações genéticas aleatórias. “No entanto, a detecção precoce é fundamental para um tratamento eficaz”, afirma a oftalmologista.

O tratamento do retinoblastoma depende da extensão da doença – as diferentes opções incluem cirurgia, radioterapia e quimioterapia. “As chances de cura existem, especialmente quando o diagnóstico é precoce. Contudo, o prognóstico pode variar com base na gravidade da doença”, explica a médica.

Delise destaca a importância da conscientização do exame oftalmológico de rotina para a detecção precoce dessa e outras doenças oculares. “E na ocasião do diagnóstico, o suporte emocional às famílias afetadas pelo retinoblastoma é de extrema importância”, salienta.

Advertisement

Você também vai gostar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia

Emagrecer

Diversos fatores levam ao ganho de peso. Conhecê-los é fundamental para conseguir emagrecer definitivamente

Dor

Diversos sintomas podem atingir o joelho, uma articulação naturalmente sobrecarregada. Entenda se os “estalos” exigem atenção