Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Mental

Saúde mental e infância: psicanalista alerta importância de cuidar dos pequenos

Segundo psicanalista, os cuidados com a saúde mental ainda na infância se refletem por toda a vida, permitindo uma vida adulta mais feliz

Saúde mental e infância: psicanalista alerta importância de cuidar das crianças
Saúde mental e infância: psicanalista alerta importância de cuidar das crianças - Foto: Shutterstock

Estamos no Janeiro Branco, campanha de cuidado e atenção com a saúde mental. E, quando falamos de bem-estar emocional, é comum pensarmos apenas nas questões da vida adulta. No entanto, é preciso ter atenção com o tema desde a infância, alerta a psicanalista Dra. Andrea Ladislau.

“É preciso construir uma sociedade mais equilibrada emocionalmente, e isso só é possível se começarmos a derrubar os tabus e preconceitos com a saúde mental desde cedo”, destaca a especialista. 

Segundo ela, é preciso levar conhecimento sobre o tema. Isto é, introduzir os cuidados e autocuidados com a mente e o corpo para as crianças, assim como são introduzidos esportes e outras atividades.

Cuidado na infância, impacto na vida adulta

Ter atenção com a saúde mental desde a infância não é à toa, pois o impacto se estende por toda a vida. Isso porque, segundo a profissional, a valorização da saúde mental das crianças é fundamental para termos adultos saudáveis e equilibrados emocionalmente. 

“O equilíbrio emocional das crianças, certamente, será um claro sinalizador de que na vida adulta ela terá muito mais coerência e clareza de seus sentimentos e de seus desejos”, diz a psicanalista. 

Por isso é tão importante desde cedo, estimular a criança a gerenciar suas emoções, ter autocontrole de seus sentimentos e verbalizar/externar o que sente. “Neste sentido, o Janeiro Branco é uma ótima oportunidade para introduzir o ensinamento sobre a saúde mental e as diversas questões relacionadas à psique”, afirma Andrea. 

Sinais de alerta para observar nos pequenos

A psicanalista destaca que algumas alterações comportamentais das crianças acionam o sinal de alerta demonstrando que algo está em desequilíbrio em sua saúde mental. Confira os sintomas para se ter mais atenção:

  • Ansiedade;
  • Depressão infantil;
  • Aceleração e hiperatividade acima do normal;
  • Inquietações;
  • Distúrbios de sono;
  • Alterações de humor neurótico;
  • Aumento de fobias, angústia, medo excessivo;
  • Choro sem explicação;
  • Alterações bruscas de humor;
  • Oscilação de apetite;
  • Irritabilidade;
  • Agressividade incomum;
  • Descontrole do sono;
  • Enurese (xixi na cama) constante. 

Como cuidar da saúde mental das crianças

A Dra. Andrea Ladislau revela que existem várias formas de cuidar da saúde mental dos pequenos e promover esse cuidado desde a infância. “Uma delas é através da abertura de diálogo que permita que eles percebam e identifiquem suas emoções e sentimentos e que tenham maior liberdade para expressar suas dores”, indica. 

Além disso, introduzir a terapia na rotina da criança também auxilia a lidar com sentimentos como: medo, angústia, raiva, insegurança, entre outros. “De forma que eles sejam esclarecidos, pontuados e que essa criança entenda sua importância e seu papel dentro do núcleo familiar a que ela está inserida”, explica a profissional. 

Esta também é uma forma de aumentar sua autoestima e propiciar a clareza para que ela consiga posicionar-se diante dos desafios da vida e das relações interpessoais que ainda vai desenvolver. “O equilíbrio emocional e o gerenciamento das emoções fazem parte do processo de amadurecimento infantil que é propiciado por uma saúde mental saudável”, reforça Andrea.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Os tipos de aditivos acrescentados em uma receita indicam quais são os alimentos ultraprocessados, que trazem riscos à saúde

Doenças

Cansaço extremo durante o período de férias deve alertar os pais sobre risco de arritmia cardíaca nas crianças, informa especialista

Dor

8 em cada 10 pessoas têm ou terão dor na lombar em algum momento da vida; a prática de atividade física, no entanto, ajuda...

Alimentação

A procura por alimentos calóricos aumenta no frio, o que dificulta a manutenção de uma alimentação saudável, mas algumas dicas podem ajudar