Connect with us

O que você está procurando?

Beleza

Umbilicoplastia: entenda a cirurgia plástica do umbigo

A umbilicoplastia faz parte da abdominoplastia e é usada para amenizar as cicatrizes e remodelar ou reposicionar o umbigo

Umbilicoplastia: entenda a cirurgia plástica do umbigo
Umbilicoplastia: entenda a cirurgia plástica do umbigo - Foto: Shutterstock

Para quem se incomoda com a aparência do próprio umbigo, a umbilicoplastia pode ser uma opção. O procedimento faz parte da abdominoplastia e tem o objetivo de mudar a aparência do umbigo. Além disso, ele ameniza a cicatriz resultante da primeira cirurgia e tornando a região mais harmoniosa. Existem diversas técnicas indicadas para realizar o procedimento, mas elas geralmente envolvem a remoção do excesso de pele e/ou gordura ao redor, e a readequação do umbigo. 

A cirurgia foi alvo do estudo “Umbilicoplastia triangular com retalho dérmico”. A pesquisa foi publicada na revista Brazilian Journal of Plastic Surgery pelo especialista em cirurgia plástica, Dr. Bora Kostic, e pelos membros titulares da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, João Francisco do Valle, Luciano Vargas Schutz, Conrado Luiz e o residente de cirurgia plástica, Felipe Nascimento.

Umbilicoplastia triangular

O estudo analisou 194 pacientes que realizaram a abdominoplastia e umbilicoplastia através da técnica triangular com retalho dérmico, utilizada pelos autores desde 2004. Essa técnica consiste na realização de uma incisão triangular cercando o umbigo para remodelá-lo e reposicioná-lo.

Os resultados do estudo apontam que o método, em comparação com as técnicas circulares, permite um menor risco relativo e de estreitamento cicatricial. Além disso, proporciona uma área segura de fixação do retalho, o que reduz a possibilidade de abertura da sutura.

“A técnica de umbilicoplastia triangular com retalho dérmico é versátil, fácil de executar e reproduzir. Também permite obter um tamanho e posição adequados, harmonia ao contorno corporal além de evitar cicatrizes, que são o principal resultado indesejado da abdominoplastia, bastante discretas”, complementa o Dr. Bora Kostic sobre os resultados do estudo.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse