Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Varizes, trombose e aneurisma: veja como prevenir as doenças vasculares

O Agosto Azul Vermelho é a campanha de prevenção da saúde vascular, comumente atingida por doenças como varizes, trombose e outras doenças

Varizes, trombose e aneurisma: veja como prevenir as doenças vasculares
Varizes, trombose e aneurisma: veja como prevenir as doenças vasculares - Foto: Shutterstock

A campanha Agosto Azul Vermelho é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV) que tem como objetivo conscientizar todos os brasileiros sobre a importância dos cuidados com a saúde vascular. Nesse sentido, a prevenção se debruça sobre doenças como varizes, trombose e aneurisma, além de outros problemas que podem colocar a vida do paciente em risco.

De acordo com a Dra. Cristienne Souza, médica cirurgiã vascular, o conhecimento das patologias vasculares mais comuns torna possível o diagnóstico e tratamento precoces, evitando a progressão e piora das doenças e até mesmo risco de morte. Os principais fatores de risco comuns entre essas patologias são tabagismo, sedentarismo, histórico familiar, envelhecimento e dislipidemia (alto nível de gordura no sangue), adverte a especialista.

Doenças que mais atingem o sistema vascular

Segundo ela, algumas das doenças mais comuns que afetam os vasos sanguíneos incluem:

  • Trombose Venosa Profunda (TVP): consiste na formação de um coágulo sanguíneo no interior de uma veia profunda, principalmente nas veias dos membros inferiores (panturrilhas e coxas) , mas podem acometer qualquer veia do corpo;
  • Aneurismas: são dilatações da parede de um vaso sanguíneo e podem ocorrer em qualquer lugar do corpo, sendo mais comuns nas artérias do cérebro. A aorta, maior artéria do corpo, é o local fora do cérebro mais comumente acometido;
  • Doença Arterial Periférica (DAP): é causada pela aterosclerose, sendo caracterizada pelo depósito de gordura e cálcio na parede das artérias, reduzindo seu calibre e dificultando a passagem de sangue para os tecidos irrigados por elas;
  • Varizes: são veias dilatadas e tortuosas localizadas abaixo da pele e que deixam de conduzir o sangue de forma adequada; muitas vezes causando desconforto.

Quando as doenças agravam

Conforme a médica, cada uma dessas condições pode agravar para um quadro delicado de saúde. “A TVP pode complicar com uma embolia pulmonar, que ocorre quando um trombo se solta da parede do vaso (chamado de êmbolo) e se locomove na circulação podendo chegar às artérias pulmonares, tendo uma consequência potencialmente fatal”, alerta.

Já os aneurismas, principalmente de aorta abdominal, tem como principal complicação a ruptura, que é muito grave por conta da grande perda de sangue na cavidade abdominal. “A DAP pode causar a interrupção total do fluxo sanguíneo para o tecido irrigado pela artéria obstruída , com risco de infarto e necrose do tecido e as varizes podem sofrer complicações agudas como a tromboflebite (que é uma inflamação com trombose da veia) ou quadros mais arrastados como feridas que não cicatrizam nas pernas”, aponta a cirurgiã vascular.

“As pessoas devem ficar atentas principalmente a presença de dor ou cansaço nas pernas sem motivo aparente, inchaço , alteração da coloração e/ou da temperatura dos membros (como palidez, cianose, frialdade)”, alerta.

Apesar disso, segundo a médica, os aneurismas em geral não apresentam sintomas. Por isso, é fundamental a consulta e aconselhamento de um angiologista ou cirurgião vascular. “Dor é um sinal de alarme que pode indicar a ruptura”, ressalta Cristienne.

Prevenção

Dentre as medidas importantes para prevenir doenças vasculares e manter a saúde

dos vasos sanguíneos, a médica recomenda:

  • Tenha uma dieta equilibrada, rica em frutas, vegetais, fibras e proteínas magras. Evite o excesso de gorduras saturadas e açúcares;
  • Controle o peso, pois a obesidade é um fator de risco importante para doenças vasculares;
  • Faça atividade física regularmente, uma vez que o exercício ajuda na circulação sanguínea, no controle do peso e na saúde cardiovascular;
  • Não fume, pois o tabagismo é um grande fator de risco para doenças vasculares. Parar de fumar é uma das melhores coisas que você pode fazer pela saúde dos seus vasos sanguíneos;
  • Controle a Pressão Arterial (PA), pois a hipertensão é um fator de risco importante para doenças cardíacas e derrames;
  • Controle o açúcar no sangue.
  • Faça consultas periódicas e exames regulares com o cirurgião vascular.  

Além disso, a Dra. Cristienne Souza ressalta ainda a importância da gestão do estresse, pois o desgaste físico e mental também pode afetar a saúde vascular. “Durma bem, relaxe e pratique meditação”, aconselha.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Mais de 65 milhões de pessoas possuem catarata em todo o mundo, a maioria idosos, e a única forma de tratar a condição é...

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias