Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Volta às aulas: mochilas pesadas podem causar problemas na coluna

Casal de médicos explica como o excesso de peso causa danos na coluna, levando a prejuízos em todo o corpo. Saiba como evitar

Volta às aulas: mochilas pesadas podem causar problemas na coluna
Volta às aulas: mochilas pesadas podem causar problemas na coluna - Foto: Shutterstock

Em época de volta às aulas, é importante os pais e responsáveis ficarem atentos ao tamanho da mochila que as crianças levam à escola e, principalmente, ao peso que carregam nelas. Afinal, uma carga muito grande nas costas pode afetar a postura, levando a diferentes prejuízos ao organismo, como tensões, musculares, fadiga, dores ou até mesmo problemas graves na coluna.

“O posicionamento do corpo está ligado diretamente à coluna vertebral, que é responsável pela sustentação e pela distribuição do peso, para nos manter em pé e permitir a realização dos movimentos”, explica o casal de médicos Dr. Thanguy e Dra. Patrícia Friço. De acordo com eles, alguns dos desvios de mais comuns são: 

  • Escoliose (desvio lateral da coluna); 
  • Hiperlordose (aumento da curvatura do pescoço ou da coluna lombar);
  • Hipercifose (aumento da coluna torácica).

No entanto, os danos não estão restritos à saúde física. Conforme os profissionais, a má postura pode provocar também problemas emocionais, como baixa autoestima. Porém, manter uma postura correta inverte a situação psicológica, pois libera hormônios, como o cortisol e a testosterona, que provocam sentimentos de confiança e liderança.

Os riscos da mochila pesada

Para que as crianças mantenham uma boa postura, a recomendação de Thanguy e Patrícia é que os pais fiquem de olho no peso da mochila escolar de seus filhos. Conforme os médicos, o indicado é que o peso na mala não ultrapasse 10% do peso corporal de quem o estiver carregando. E, se nada for supérfluo, uma boa dica é trocar os cadernos de muitas matérias por um fichário, já que este material permite levar apenas a matéria do dia, aconselham os especialistas.

Eles sugerem ainda que os pais comprem mochilas que facilitem o transporte do peso por parte de seus filhos. “O recomendável é uma mochila composta por três pontos de apoio, uma alça em cada ombro e uma terceira, que prende na cintura do estudante, fazendo com que a coluna não seja sobrecarregada”, explicam. Além disso, os médicos recomendam mochilas com alças largas, fabricadas com material leve.

Também é importante lembrar de ajustar adequadamente as alças e usá-las uma em cada ombro. “Caso utilize mochilas com rodinhas, não se esqueça de ajustar o puxador até que ele esteja ao alcance das mãos. Isso fará com que o corpo permaneça ereto”, afirmam Thanguy e Patrícia.

É importante não subestimar os problemas que podem ser causados pelo uso inadequado da mochila na saúde de crianças e adolescentes, principalmente em sua coluna. “Por estarem em fase de desenvolvimento do músculo esquelético, eles podem ter a postura corporal amplamente prejudicada”, dizem os médicos. Conforme Thanguy e Patrícia, isso pode ocasionar diversas complicações, como dores nas costas e alterações na forma de caminhar e no equilíbrio ao transportar a mochila, aumentando o risco de quedas.

Dicas para melhorar a postura e evitar problemas na coluna

O casal de médicos dá algumas dicas para as pessoas adotarem uma postura correta em diversas ocasiões:

  • Ao sentar-se, mantenha as costas retas, apoiadas no encosto, os braços sobre o apoio da cadeira, os ombros relaxados e os pés no chão
  • Para dormir, a melhor posição é de lado, com dois travesseiros, um baixo para apoiar a cabeça e outro entre as pernas, para adequar à altura do quadril, evitando rodar a coluna;
  • Para caminhar, a postura mais correta é com os pés voltados para a frente e o abdômen contraído, a fim de que o peso do corpo se distribua entre as pernas. Além disso, a cabeça deve ficar ereta, com o queixo direcionado paralelamente ao chão;
  • Ao carregar peso, mantenha-o bem próximo ao corpo, evitando que o o ombro e o quadril se inclinem para baixo.
Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse