Connect with us

O que você está procurando?

Medicamentos

Além da estética: conheça as diferentes aplicações do botox

Não são apenas as rugas e marcas de expressão que podem ser tratadas com o botox. Conheça outras finalidades da técnica

Além da estética: conheça as diferentes aplicações do botox
Além da estética: conheça as diferentes aplicações do botox - Foto: Shutterstock

Quando pensamos em botox, geralmente associamos a substância ao campo da estética, onde seu uso é renomado por reduzir rugas e marcas de expressão. Porém, a toxina botulínica vai além da estética e tem sido uma ferramenta poderosa no tratamento de várias doenças, transtornos e distúrbios. 

Aliás, vale destacar que o s primeiros usos terapêuticos da toxina botulínica remontam às décadas passadas, quando o oftalmologista norte-americano Alan Scott a utilizou para tratar deficiências oculares graves. Desde então, sua aplicação se expandiu para outras áreas da medicina, proporcionando alívio e melhorias significativas na qualidade de vida dos pacientes. 

A médica dermatologista Dra. Isadora Rosan explica quatro dessas aplicações terapêuticas da toxina botulínica: enxaqueca, hiperidrose, bruxismo e paralisia facial. Confira:

Enxaqueca

A enxaqueca é uma condição debilitante caracterizada por dor de cabeça latejante, sensibilidade à luz e náuseas. O uso da toxina botulínica tem se mostrado eficaz no tratamento da enxaqueca crônica, como explica o neurologista Pablo Lorenzon, do Hospital Universitário Lauro Wanderley da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). 

“A toxina botulínica tem sido um avanço notável no tratamento da enxaqueca crônica. Sua aplicação em pontos estratégicos ao redor da cabeça pode aliviar significativamente os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes”, afirma Isadora.

Hiperidrose

A hiperidrose, ou sudorese excessiva, afeta a vida de muitas pessoas, principalmente nas axilas, mãos e pés. A aplicação da toxina botulínica nas axilas pode bloquear temporariamente as glândulas sudoríparas, proporcionando alívio duradouro. 

“A hiperidrose pode ser uma condição altamente constrangedora para o paciente. Quando a pessoa já tentou vários tratamentos clínicos e mesmo assim não resolveu a condição, a aplicação do botox pode ser uma solução, já que a toxina bloqueia as glândulas sudoríparas. O uso da toxina botulínica nas axilas pode oferecer um alívio considerável, melhorando a qualidade de vida e a autoestima dos pacientes,” diz a dermatologista.

Ela acrescenta que esse bloqueio pode durar de 6 a 8 meses, podendo chegar em alguns casos até 12 meses.

Bruxismo

O bruxismo é um distúrbio caracterizado pelo apertamento, deslizamento ou ranger involuntário dos dentes, geralmente durante o sono. Além de ser uma ação não intencional, esse comportamento pode desencadear dores de cabeça, desconforto nos músculos faciais e até causar danos aos dentes e problemas nas gengivas.

Para tratar o bruxismo, o uso da toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, emerge como uma opção eficaz. Isadora explica que a substância é aplicada especificamente no músculo masseter, responsável pela mastigação, com o objetivo de atenuar sua atividade excessiva.

A aplicação do botox, realizada em ambiente clínico, pode se concentrar no masseter ou, alternativamente, no músculo temporal, localizado na lateral da cabeça. A ação do botox resulta no relaxamento da musculatura, impedindo que o músculo se contraia de forma exacerbada. 

“O bruxismo pode ser uma condição debilitante para os dentes e os músculos faciais. O botox, quando aplicado por profissionais qualificados, pode aliviar os sintomas e prevenir danos adicionais durante de 4 a 6 meses seus efeitos”, afirma a especialista.

Paralisia facial

A paralisia facial se caracteriza pelo enfraquecimento ou paralisia dos músculos de um lado do rosto, causando assimetria facial. Um dos sintomas mais comuns dessa condição é a dificuldade de executar movimentos simples como franzir a testa, piscar, sorrir ou levantar a sobrancelha. A aplicação do botox pode suavizar essa assimetria e melhorar a qualidade de vida dos pacientes, explica a dermatologista. 

“A paralisia facial pode ser uma condição desafiadora para os pacientes, afetando a função e a estética. O uso do botox para restaurar o equilíbrio facial é uma opção que pode fazer uma diferença notável”, destaca.

Entretanto, tanto no tratamento da paralisia facial quanto no bruxismo, é essencial exercer cautela durante a aplicação da toxina botulínica, a fim de garantir que apenas os músculos apropriados sejam afetados, adverte a médica.

Alivia os sintomas, mas não é definitivo!

O uso terapêutico da toxina botulínica tem revolucionado o tratamento de várias condições médicas, indo muito além de suas aplicações iniciais na estética facial. Para a Isadora, isso demonstra o potencial transformador dessa substância na medicina. 

Contudo, embora esses tratamentos tragam alívio para muitos pacientes, eles não são definitivos e podem requerer retoques periódicos. Ainda assim, o impacto positivo na qualidade de vida dos pacientes é inegável, tornando o botox uma ferramenta valiosa no arsenal médico.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde Mental

Professor de yoga ensina 5 exercicios eficazes no combate dos sintomas de ansiedade, bem como de outros problemas de saúde mental

Notícias

Especialista destaca a importância e detalha como é feito o check-up auditivo, quais exames inclui e quando fazer

Fitness

Sexóloga aponta 6 impactos positivos da prática regular de atividade física na saúde e no bem-estar sexual feminino

Beleza

Tanto a pele quanto as unhas exigem cuidados redobrados durante o inverno. Especialista dá dicas de como manter o autocuidado diário