Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Casos de dengue aumentam em SP; veja como evitar a contaminação

Capital de São Paulo está enfrentando uma alta nos casos de dengue. Médico infectologista indica como prevenir novas contaminações

Casos de dengue aumentam em SP; veja como evitar a contaminação
Casos de dengue aumentam em SP; veja como evitar a contaminação - Foto: Shutterstock

O número de casos de dengue registrados até agora na cidade de São Paulo cresceu 47% em relação ao mesmo período do ano passado. Aliás, esse já é o maior número registrado para o período desde 2019, segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Os dados são referentes às nove primeiras semanas epidemiológicas do ano (até 4 de março). Ao todo, foram 938 infecções confirmadas em 2023 ante 637 no mesmo período de 2022.

No entanto, esse número deve ser ainda maior, pois, devido ao atraso na notificação de infecções pelos serviços de saúde, os registros das últimas duas semanas costumam estar incompletos. Ao analisar apenas o número de casos das primeiras quatro semanas do ano, por exemplo, cujos dados já estão mais consolidados, a alta entre um ano e outro foi de 110% – ou seja, mais do que dobrou.

Sintomas

Segundo o Ministério da Saúde, os principais sintomas de dengue são:

  • Febre alta superior a 38°C;
  • Dor no corpo e articulações;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Mal estar;
  • Falta de apetite;
  • Dor de cabeça;
  • Manchas vermelhas no corpo.              

No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática – isto é, não apresentar qualquer sintoma. Por outro lado, ela também pode apresentar quadro leve, sinais de alarme e de gravidade. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (superior a 38°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias. 

Além disso, o paciente pode sentir dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, e manchas vermelhas na pele. A pele também pode ser alvo de alguns indícios da doença, como erupções e coceira, por exemplo. 

Sinais de quadros graves de dengue

O Ministério da Saúde de perceber quais são os sinais de alarme, assim chamados por sinalizarem o extravasamento de plasma e/ou hemorragias que podem levar o paciente a choque grave e óbito. Os sintomas incluem:

  • Dor abdominal intensa (referida ou à palpação) e contínua;
  • Vômitos persistentes;
  • Acúmulo de líquidos (ascite, derrame pleural, derrame pericárdico);
  • Hipotensão postural e/ou lipotímia;
  • Letargia e/ou irritabilidade;
  • Hepatomegalia maior do que 2cm abaixo do rebordo costal;
  • Sangramento de mucosa;
  • Aumento progressivo do hematócrito.

A fase crítica tem início com o declínio da febre (período de defervescência), entre o 3° e o 7° dia do início de sintomas. Aliás, os sinais de alarme, quando presentes, ocorrem nessa fase. Sem a identificação e o correto manejo nesse momento, alguns pacientes podem evoluir para as formas graves.

Como prevenir a dengue

“A melhor forma de prevenir a dengue é evitando a proliferação do mosquito transmissor. Lembrando que, além da dengue, o mosquito Aedes Aegypti também transmite doenças como Zika e Chikungunya”, salienta o médico infectologista Dr. Bernardo Almeida, diretor médico da Hilab.

Segundo o médico, para combater o mosquito, é importante seguir as recomendações abaixo:

  • Verificar se caixas d’água estão bem tampadas; 
  • Fechar lixeiras para não haver acúmulo de água; 
  • Colocar areia nos pratos de plantas; 
  • Limpar regularmente as calhas; 
  • Cobrir piscinas; 
  • Recolher os lixos do quintal; 
  • Tapar os ralos e abaixar as tampas de vasos sanitários; 
  • Limpar regularmente as vasilhas de animais de estimação; 
  • Limpar regularmente a bandeja coletora de água do ar condicionado; 
  • Cobrir cisternas; 
  • Cobrir reservatórios de água. 

O infectologista ainda indica que repelentes à base de citronela também podem ser utilizados sempre que necessário, pois eles ajudam a evitar picadas de diversos insetos, incluindo o Aedes aegypti.

Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto