Connect with us

O que você está procurando?

Diabetes

Casos precoces de diabetes tipo 2 sobem 56% em 20 anos

Incidência de diabetes tipo 2 entre adolescentes e jovens adultos aumentou 56% nas últimas duas décadas. Cenário global é alarmante

Casos precoces de diabetes tipo 2 sobem 56% em 20 anos
Casos precoces de diabetes tipo 2 sobem 56% em 20 anos - Foto: Shutterstock

Cada vez mais adolescentes e jovens adultos são acometidos pela diabetes tipo 2. Um amplo estudo global publicado no periódico científico The BMJ mostra que a incidência da doença entre indivíduos abaixo de 40 anos saltou de 117 por cada 100 mil pessoas, no ano de 1990, para 183 por 100 mil, em 2019. O salto representa um aumento de 56,4%. Essa conclusão é alarmante, já que a condição costumava se desenvolver mais em pessoas de meia-idade e idosos.

O levantamento também apontou que a taxa de mortalidade por idade teve um ligeiro aumento no mesmo período: de 0,74 por 100 mil pessoas para 0,77 por 100 mil. Segundo os autores, o sobrepeso e a obesidade são as principais causas do aumento da incidência de diabetes tipo 2 precoce em todos os países.

“Nosso estudo mostrou uma clara tendência ascendente do ônus do diabetes tipo 2 de início precoce de 1990 a 2019. Essas descobertas fornecem uma base para entender a natureza epidêmica do diabetes tipo 2 de início precoce. Elas também exigem ações urgentes para lidar com o problema de uma perspectiva global”, descrevem os pesquisadores.

Casos de diabetes triplicaram nas Américas

Um outro levantamento, feito pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), mostrou que os casos de diabetes triplicaram nas Américas nos últimos 30 anos. Segundo o órgão, ao menos 62 milhões de pessoas adultas vivem com a doença no continente. Esse número pode ser ainda maior na realidade, pois 40% dos indivíduos não sabem que são diabéticos.

A OPAS também aponta que o total pode chegar a 109 milhões em 2040. Isso se deve às tendências atuais de crescimento da obesidade, má alimentação e falta de atividade física. Um estudo realizado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), aliás, já revelou que o sedentarismo está associado ao crescimento dos casos de diabetes durante a pandemia de covid-19.

O mesmo relatório da OPAS mostrou que mais de 30% dos jovens do continente americano estão obesos ou com sobrepeso, quase o dobro da média global. A organização destaca que esses números apontam uma “tendência alarmante”.

“Essas altas taxas de diabetes destacam a necessidade urgente de os países se concentrarem na prevenção e na promoção de estilos de vida saudáveis. Ao mesmo tempo, é crucial garantir o diagnóstico precoce e o bom gerenciamento da doença, que são fundamentais para controlar a diabetes e prevenir deficiências e problemas de saúde relacionados”, afirmou o diretor do Departamento de Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental da OPAS, Anselm Hennis.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias

Doenças

Casos de AVC e infarto aumentam entre 20% e 30% respectivamente durante o clima frio. Veja como se proteger no inverno