Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Dia de Combate ao Colesterol: nutricionista desvenda 5 mitos sobre a condição

Especialista esclarece os principais mitos e verdades sobre o colesterol, tipo de gordura considerada vilã da saúde e do emagrecimento

Colesterol: nutricionista desvenda 5 mitos
Colesterol: nutricionista desvenda 5 mitos / Foto: Shutterstock

O Dia Nacional de Combate ao Colesterol foi criado para a conscientização e prevenção de doenças cardiovasculares, primeira causa de mortalidade no Brasil segundo o Ministério da Saúde. Embora ele seja considerado muitas vezes um vilão, o colesterol é na verdade uma substância primordial para o funcionamento do nosso organismo.

Muitos mitos e tabus cercam esse lípidio, e ainda há muita desinformação quando o assunto é manter a taxa sob controle no organismo. Isso contribui para que receitas mirabolantes e truques para manter os níveis de gordura baixos sejam replicadas sem qualquer critério ou embasamento científico.

A nutricionista Julia Canabarro, especialista em nutrição clínica esportiva, aproveita o Dia Nacional de Combate ao Colesterol para esclarecer, de uma vez por todas, os principais mitos sobre o lipídio. Confira:

O que é colesterol?

Primeiro, a especialista explica que o colesterol é um conjunto de gorduras responsáveis pela síntese de alguns hormônios e pela construção da membrana que envolve as células do corpo. Ele é dividido em dois grupos: o HDL, chamado popularmente de bom e o LDL, conhecido como ruim.

Apesar das nomenclaturas, os dois grupos são aliados e trabalham juntos no bom funcionamento do organismo, como esclarece Julia. O perigo, no entanto, está no desequilíbrio entre eles, principalmente quando há excesso de LDL, ou colesterol ruim.

“É só por meio da alimentação que adquiro colesterol” 

Mito. O corpo humano é responsável por cerca de 70% do colesterol que há no organismo, apenas os outros 30% são provenientes da alimentação. “Uma boa alimentação, focada em alimentos frescos como legumes, verduras e frutas, combinada à uma rotina de exercícios físicos, colabora para manter os níveis de colesterol sob controle”, ressalta a profissional.

“Uma dieta zero carboidratos ajuda a manter o colesterol baixo” 

Mito. “Uma dieta balanceada é composta por proteínas, gorduras e carboidratos. Quando retiramos um destes elementos, temos a tendência de compensar em outro. No caso daqueles que não ingerem alimentos à base de trigo e centeio como pães, macarrão e biscoitos, a compensação se dá para as proteínas e gorduras que possuem uma concentração maior de colesterol”, esclarece a nutricionista.

 “O ovo é o principal alimento fonte de colesterol” 

Mito. “Durante muito tempo, o ovo era tido como um vilão dentro das dietas, porém, este alimento é uma ótima fonte de proteína e diversos outros nutrientes. Entretanto, isso não significa que está liberado o consumo em excesso”, diz Julia.

“Água com limão ajuda a manter o colesterol equilibrado” 

Mito. Segundo a nutricionista, não há nenhuma comprovação científica de que água com limão auxilie no controle dos níveis de colesterol no organismo. Porém, a bebida não é prejudicial, pelo contrário. “Ainda que não auxilie neste aspecto, a bebida é rica em antioxidantes e vitamina C”, destaca a especialista.

“Pessoas magras não têm problemas com colesterol” 

Mito. A profissional explica que a maior porção de colesterol em nossos corpos é produzida pelo organismo. Sendo assim, a genética é a principal causa de irregularidades nos níveis de gordura no organismo, ainda que o indivíduo possua um peso considerado adequado. No entanto, ela alerta que a obesidade é um fator que aumenta as chances de ter colesterol elevado.

Em qualquer caso, é sempre importante estar atento à alimentação. “Assim como temos alimentos ricos em LDL, também existem aqueles ricos em HDL, como é o caso das oleaginosas, por exemplo, como nozes e castanhas”, recomenda.

Porém, é preciso tomar cuidado quanto à porção consumida: ainda que ricas em gordura boa, as oleaginosas devem ser consumidas com moderação. Além da dieta, fazer um acompanhamento com nutricionista e exames regulares com o escopo de um cardiologista são as chaves para manter a saúde em dia, como reforça a nutricionista.

Fonte: Julia Canabarro, nutricionista da startup de nutrição Dietbox.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Emagrecer

Para médico especialista em low-carb, as calorias não são as únicas causadoras do sobrepeso. Veja o que mais impacta no organismo

Alimentação

Devido a sua propriedade de vitaminas e nutrientes, o abacate é considerado um superalimento. Por isso, é altamente benéfico para a saúde

Alimentação

A proteína é essencial para proteger a saúde, controlar o peso e garantir um envelhecimento saudável