Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Bucal

Gosto ruim na boca pode indicar doenças graves; entenda

Especialistas explicam o que pode causar o gosto ruim na boca e alertam sobre doenças que têm esse sintoma. Saiba como prevenir

Gosto ruim na boca? Sintoma pode indicar problemas de saúde
Gosto ruim na boca? Sintoma pode indicar problemas de saúde - Foto: Shutterstock

Você já sentiu um gosto ruim ou estranho na boca? Para algumas pessoas, essa sensação faz parte da rotina. No entanto, o cirurgião-dentista, Alysson Resende, explica que isso é definitivamente anormal.

O que pode causar o gosto ruim na boca

Segundo o profissional, na melhor das hipóteses pode se tratar apenas de um incômodo momentâneo. No pior dos casos, pode ser sintoma de um problema grave de saúde.

“Se você sente um gosto estranho que nunca vai embora ou que aparece de forma persistente, marque uma consulta urgente com o dentista. Essa condição pode ser causada por um problema na boca ou em outra parte do corpo, ou então pelo uso de medicamentos ou suplementos que você está tomando”, alerta.

Segundo Alysson, alguns fatores podem causar esse gosto ruim, que, inclusive, pode ser acompanhado de mau hálito. São eles:

  • Doenças;
  • Uso de medicação;
  • Suplementos;
  • Síndromes;
  • Infecções desconhecidas.

O especialista alerta especialmente os casos em que o gosto ruim é acompanhado de um líquido amarelo ou avermelhado, pois esse sintoma pode indicar a existência de doença no aparelho digestivo. 

A gengivite também é uma causa comum desse gosto ruim na boca. “A doença gengival é causada por bactérias que dão origem a um gosto ruim e ainda com mau hálito. No entanto, alguns remédios podem fazer com que o gosto ruim permaneça na boca mesmo horas depois de tomá-lo”, afirma o cirurgião-dentista.

Para tratar o sintoma, o profissional recomenda a realização de uma higiene bucal adequada. Além disso, é imprescindível fazer visitas regulares ao dentista, pois elas previnem diversas doenças e são uma oportunidade para esclarecer possíveis dúvidas do paciente.

Riscos associados

Sintomas que surgem primeiro na boca podem indicar a existência de desequilíbrios no organismo, inclusive de problemas graves de saúde. “Investir no cuidado da saúde bucal contribui com o diagnóstico e a prevenção de problemas como infarto, endocardite bacteriana e acidente vascular cerebral (AVC). Aliás, mais de 40% desses problemas dão os primeiros indícios através de sintomas na boca’’, estima a cirurgiã-dentista Marcela O ́Neal.

A especialista traz estimativas ainda mais preocupantes: aproximadamente 36% das mortes ligadas a problemas cardíacos têm início na saúde bucal. Esses números só mostram a importância de cuidar da saúde bucal.

Com uma boa rotina de escovação, as chances das doenças diminuem em até 70%, segundo um estudo feito pela Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual de São Paulo (USP). Além disso, é fundamental fazer o uso correto da escova, e também não se esquecer do fio dental, que é indispensável para remover completamente as sujeiras dos dentes.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse