Connect with us

O que você está procurando?

Emagrecer

Janja perde 8kg com Ozempic; entenda os efeitos do medicamento

A primeira-dama começou a tomar Ozempic para acompanhar o presidente Lula. Além disso, ela também reduziu o consumo de carboidratos

Janja perde 8kg com Ozempic; entenda os efeitos do medicamento
Janja perde 8kg com Ozempic; entenda os efeitos do medicamento - Foto: Reprodução Instagram (@janjalula)

Segundo informações do jornal O Globo, a primeira-dama Rosângela Silva, a Janja, emagreceu de oito a 10 quilos reduzindo o consumo de carboidratos e utilizando o medicamento Ozempic. 

O medicamento, também conhecido como Semaglutida, foi aprovado pela Anvisa para o tratamento de diabetes tipo 2. No entanto, ele se tornou popular após estudos científicos e relatos de pacientes o associarem à perda significativa de peso. De acordo com o Dr. Daniel Bratan, médico nutrólogo especialista em emagrecimento, esta é uma das melhores medicações disponíveis hoje para tratar a obesidade e estimular a perda de peso.

“Diferente de todas as medicações do passado para o emagrecimento que atuavam no sistema nervoso central, o Ozempic tem atuação no trato gastrointestinal, o que evita os efeitos colaterais que as medicações anteriores causavam por atuar especificamente no cérebro”, destaca o especialista. 

Como funciona o Ozempic?

O médico explica que o Ozempic age da mesma maneira que o hormônio GLP-1, produzido pelo nosso organismo no trato gastrointestinal. “Toda vez que a pessoa se alimenta esse hormônio é produzido para avisar o cérebro que é necessário reduzir a fome, ou seja, ele sinaliza que a pessoa está satisfeita”, afirma. 

Por isso, os pacientes que fazem uso do Ozepic têm uma sensação de saciedade maior ingerindo menores quantidades de alimento. Isso favorece o emagrecimento, uma vez que o paciente consegue ficar no famoso déficit calórico (isto é, comer menos e gastar mais). 

Daniel explica ainda que essa sensação de saciedade também ocorre pela melhoria na produção de insulina e pelo retardamento no esvaziamento gástrico que a medicação provoca. 

A ciência já comprovou os efeitos do Ozempic. Os resultados de um amplo estudo internacional, realizado com mais de dois mil pacientes e publicado no New England Journal of Medicine, mostraram uma perda de peso em torno de 17% nos pacientes que receberam uma injeção semanal da semaglutida. Porém, a depender do tratamento concomitante, o paciente pode chegar a perder até 20% do peso inicial.

Cuidados durante o tratamento

Vale ressaltar que o tratamento com o Ozempic necessita de acompanhamento médico. Isso porque os pacientes que fazem uso da medicação podem apresentar déficits de vitaminas e minerais importantes para o organismo já que a ingestão alimentar diminui. Essa mudança pode levar a sensações de cansaço, fadiga, indisposição e, em alguns casos, uma baixa do sistema imunológico durante o uso da medicação. 

“Para evitar a perda de vitaminas e minerais é necessário que durante o uso os pacientes estejam acompanhados de perto por um médico que poderá indicar as suplementações adequadas para que tais perdas não ocorram. E também o médico irá indicar a dose correta e realizar os ajustes necessários nas doses durante o tratamento”, ressalta o nutrólogo. 

Além disso, também é importante que durante o tratamento o paciente esteja em acompanhamento nutricional. Dessa forma, o paciente pode passar por uma reeducação alimentar, como no caso do presidente Lula, o que irá auxiliar na fase de manutenção da dieta quando encerrar o uso da medicação.

“Não podemos esquecer que tão importante quanto a medicação e o acompanhamento nutricional o paciente deve praticar atividade física, se liberado pelo seu médico. Isso porque o ganho de massa muscular irá permitir o paciente se manter no peso adequado”, acrescenta Daniel. 

Ele explica que o músculo é o “maestro” do nosso metabolismo: quanto mais músculos o paciente adquire, com o tempo maior será a taxa metabólica. Ou seja, maior será o seu gasto de energia ao longo do dia e, consequentemente, menor será o acúmulo de gordura. Isso também auxilia no período de manutenção quando acaba o tratamento com a medicação. 

Nunca tome o medicamento sem indicação

O médico reforça que o Ozempic nunca deve ser usado sem acompanhamento médico, pois, assim como toda medicação, ele possui riscos e efeitos colaterais. “Somente um médico especialista será capaz de indicar a medicação e conduzir o tratamento de forma adequada”, destaca. 

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Frequentemente confundida com a intolerância ao glúten, a doença celíaca é uma condição autoimune que exige uma série de restrições alimentares

Alimentação

Baixa produção de colágeno interfere na saúde das articulações. Entenda qual o impacto do açúcar nesses casos

Doenças

Rio Grande do Sul registrou ao menos 17 mortes por leptospirose após enchente histórica atingir o estado. Veja os sintomas da condição

Notícias

Chegar “lá” traz benefícios para todo o organismo, o que pode ser estimulado nesse Dia dos Namorados. Veja os impactos do orgasmo na nossa...