Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Jogar videogame ajuda a desenvolver a cognição de crianças

Novo estudo revelou que o videogame estimula a atividade cerebral em regiões associadas à atenção e memória

Jogar videogame ajuda a desenvolver a cognição de crianças
Jogar videogame ajuda a desenvolver a cognição de crianças - Foto: Shutterstock

Um estudo feito pela Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, e publicado na revista científica JAMA Network Open pode mudar a percepção que a maioria dos pais têm sobre o videogame. Isso porque ele pode ajudar a desenvolver a cognição das crianças.

O estudo

Os pesquisadores analisaram quase 2.000 crianças e concluíram que aquelas que jogaram videogame durante três horas por dia ou mais tiveram melhor desempenho em testes de habilidades cognitivas comparadas aquelas que nunca jogaram.

A pesquisa testou jovens entre 9 e 10 anos, e os separou em grupos dos que jogavam ou não. Eles tiveram seu desempenho avaliado em duas tarefas que refletiam a capacidade de controlar o comportamento impulsivo e memorizar informações. A equipe de pesquisa também analisou a atividade cerebral das crianças durante a execução das tarefas.

Resultados

“Este estudo contribui para nossa crescente compreensão das associações entre jogar videogames e o desenvolvimento do cérebro”, disse Nora Volkow, diretora do Instituto Nacional de Abuso de Drogas, que forneceu grande parte dos dados analisados. “Ele sugere, também, que pode haver benefícios cognitivos associados a esse passatempo popular, que merecem uma investigação mais aprofundada”, completa.

Durante o levantamento, os pesquisadores analisaram as imagens cerebrais dos participantes através de ressonância magnética. Eles descobriram que crianças que jogavam tiveram maior atividade cerebral em regiões do cérebro associadas à atenção e memória

Ao mesmo tempo, apresentaram menor atividade nas regiões relacionadas à visão. Os pesquisadores acreditam que essa atividade comparativamente baixa é causada pela prática repetida dos jogos, que reduz o processamento visual.

Estudos anteriores associaram o videogame ao aumento da depressão, agressividade e arritmias, mas não foi o caso desse novo trabalho. Apesar disso, os pesquisadores enfatizam que essa pesquisa não permite análises de causa e efeito. Portanto, não significa que as crianças devam passar tempo ilimitado em seus computadores, telefones celulares ou TVs, além dos próprios videogames.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...

Doenças

Marrone, da dupla com Bruno, foi diagnosticado com estágio avançado de glaucoma em ambos os olhos. Entenda a gravidade

Doenças

O ceratocone está entre as principais motivações para o transplante de córnea – tanto em adultos, como em crianças

Doenças

As baixas temperaturas e outras características da estação diminuem a imunidade e aumentam a circulação de vírus, como da conjuntivite