Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Junho Laranja: 5 dicas para prevenir queimaduras

Por conta do frio e das festas juninas, junho é um mês propício para ocorrer queimaduras. Veja como prevenir e o que fazer no caso de acidentes

Junho Laranja: 5 dicas para prevenir queimaduras
Junho Laranja: 5 dicas para prevenir queimaduras - Foto: Shutterstock

Com o frio e as festas juninas, junho é o mês em que as pessoas mais adotam hábitos e hobbies para se manterem aquecidos. É o caso, por exemplo, de fazer fogueiras, ligar aquecedores e lareiras, ou preparar pratos quentes na cozinha. No entanto, o que afastaria o frio pode, na verdade, aumentar o risco de queimaduras graves.

Segundo o Ministério da Saúde, ocorrem um milhão de queimaduras no Brasil anualmente. Entre 2015 e 2020, foram 19.772 mortes. Desse número, 53,3% foram por queimaduras térmicas, causadas por fontes de calor, e 46,1% por queimaduras elétricas, quando uma corrente elétrica atravessa o corpo, gerando calor. Já queimaduras com fogos de artifício aumentaram 36% entre 2021 e 2023.

“Entre um milhão de queimaduras que ocorrem anualmente, 70% são resultados de acidentes domésticos. Os líquidos superaquecidos são os principais vilões, com destaque para o mais comum: a água. Por isso, o trabalho de prevenção é essencial, principalmente no inverno”, afirma Elaine Godoy, enfermeira estomaterapeuta e coordenadora clínica Latam da Mölnlycke, empresa sueca líder em tratamento de feridas.

5 dicas para prevenir queimaduras

A especialista dá algumas dicas para prevenir queimaduras nas situações mais corriqueiras. Confira:

1. Atenção para crianças na cozinha: Na última década, mais de três mil crianças entre 0 e 14 anos morreram em decorrência de queimaduras. Além disso, quase 221 mil foram hospitalizadas. As queimaduras ocupam o quarto lugar em causa de óbitos entre crianças no Brasil.

A cozinha é um lugar com diversos riscos para os pequenos e o mais seguro é mantê-los em outros cômodos enquanto se prepara alimentos no fogão ou forno. Além disso, manter os cabos de panela para dentro do fogão, usar preferencialmente as bocas de trás do eletrodoméstico e não manipular líquidos quentes perto de crianças são ações importantes.

2. Outros cuidados na cozinha: Ao cozinhar, é importante ter bastante cautela. Não se deve cozinhar com álcool ou combustíveis, é preciso estar atento para não deixar água cair sobre óleo quente e sempre que terminar o preparo da comida, certifique-se que desligou as bocas do fogão e/ou forno. 

Para quem usa botijão de gás, posicionar o dispositivo longe de fontes diretas de calor e sempre na vertical, é essencial. Além disso, certifique-se de fechar a válvula sempre antes de dormir ou de sair de casa.

Todo cuidado é pouco

3. Cuidados com eletricidade: Em relação a eletricidade, o primeiro passo é certificar-se que a manutenção da rede elétrica da sua casa está em dia, para evitar o mau funcionamento. Outras dicas importantes são: não ligar diversos aparelhos eletrônicos em uma mesma tomada e evitar usar dispositivos, como o celular, enquanto carregam.

4. Fogos de artifício: Os fogos de artifício apresentam riscos mesmo antes do uso, portanto não recomenda-se armazená-los perto de crianças. Eles podem causar lesões sérias e não devem ser manuseados em locais com crianças. Além disso, devem ser soltos em ambientes abertos. Lembre-se sempre de ler atentamente as instruções no rótulo do produto antes do uso. 

5. Produtos inflamáveis: Certifique-se que produtos inflamáveis e químicos como fósforo, velas, produtos de limpeza e álcool estejam armazenados fora do alcance de crianças e animais. 

O que fazer no caso de queimaduras

Em caso de acidentes, o ideal é molhar a lesão com água corrente em temperatura ambiente. Jamais aplique substâncias como pomadas, manteiga ou creme dental no local. 

Além disso, procure um serviço médico o mais rápido possível através dos contatos: Samu, telefone 192 e bombeiros, telefone 193. 

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Ricas em vitaminas e proteínas, as sementes de cânhamo são consideradas um superalimento graças aos impactos positivos no organismo

Sem categoria

Diversos fatores podem levar ao surgimento da dermatite seborreica, como a má higienização, uso de alguns produtos e até mesmo o frio

Doenças

As hepatites virais (principalmente B e C) causam cerca de 375 milhões de casos pelo globo, e podem evoluir para formas graves

Beleza

O “banho premium plus” é mais uma tendência de autocuidado que viralizou nas redes sociais. Veja quais são as recomendações de especialistas