Connect with us

O que você está procurando?

Emagrecer

Metabolismo lento? Saiba como acelerar a perda de peso

Médico nutrólogo explica como acelerar o metabolismo, principal ferramenta para controlar o peso e emagrecer

Metabolismo lento? Saiba como acelerar a perda de peso
Metabolismo lento? Saiba como acelerar a perda de peso - Foto: Shutterstock

O metabolismo é um dos principais fatores associados à manutenção do peso – seja para perder ou aumentar os números na balança. Quem deseja emagrecer sabe que manter um metabolismo rápido é o ideal. Mas como controlar o ritmo do organismo?

O médico nutrólogo pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e diretor-executivo da Clínica Sculpté, Dr. Renato Lobo, explica que primeiro é necessário saber se o metabolismo é lento ou não. 

Primeiro passo

“Para isso, é necessário fazer o exame de calorimetria indireta. Nesse exame o paciente utiliza uma máscara que analisa os gases que entram e saem da sua respiração”, afirma. 

Segundo ele, dessa maneira o especialista saberá a quantidade de oxigênio absorvida e a de gás carbônico que é eliminada, então será possível analisar o metabolismo por conta do gasto de energia. “Esse método também possibilita identificar se o paciente gasta mais carboidrato ou gordura como fonte de energia”, explica o médico. 

Através de um cálculo que permite ter uma previsão do metabolismo, o especialista faz uma comparação real em relação ao resultado obtido pela previsão. A partir disso, é possível determinar se o metabolismo é mais lento ou mais rápido.

Como acelerar o metabolismo lento?

De acordo com Renato, algumas atitudes do dia a dia podem ajudar a acelerar o metabolismo e, assim, perder peso. O profissional aponta as principais medidas que irão auxiliar nesse objetivo. Confira:

Praticar atividade física

“Ao praticar alguma atividade física, além de acelerar o seu metabolismo naquele momento e ter um gasto calórico, até 48 horas depois, geralmente, você ainda estará queimando muito mais gordura. Isso porque o seu metabolismo estará acelerado ainda que você fique em um estado de repouso. Por isso, qualquer tipo de atividade física é fundamental”, destaca o especialista. 

A modalidade “Hiit”, por exemplo, é a que mais ativa o metabolismo, pois utiliza exercícios físicos de alta intensidade intercalados em pouco tempo que oscilam entre alta e baixa intensidade. Segundo o médico, isso otimiza a queima de gordura no treino, ao longo do dia e em até dois dias.

“Quanto mais massa muscular você tem, mais acelerado é o seu metabolismo. Se você está com bastante gordura e quer emagrecer, a ideia é perder gordura e ganhar músculo no lugar”, destaca. 

Renato acrescenta ainda que, se for adotada uma dieta muito restrita, sem controle e sem acompanhamento médico, acontece muita perda de massa muscular, o que vai deixar o metabolismo cada vez mais lento e, consequentemente, ficará difícil manter a perda de peso.

Priorizar proteína e manter uma alimentação equilibrada

Em geral, o consumo de carboidrato e gordura acaba sendo maior do que a proteína. No entanto, a proteína dos macronutrientes (carboidrato, proteína e gordura) é o que mais ativa o metabolismo, pois você gasta muita energia para digerir esse alimento. Este processo é conhecido como efeito térmico dos alimentos, sendo que a proteína tem a maior evidência deste efeito, explica o nutrólogo.

“Uma dieta rica em proteínas e com menos carboidrato, sem ser necessário restringir, mas apenas reduzir a proporção, já é capaz de ativar o seu metabolismo. Lembrando que ter o acompanhamento de um nutricionista é fundamental para avaliar cada caso e suas particularidades”, ressalta o médico.  

Existem alguns compostos que podem ser consumidos, de maneira equilibrada, in natura ou em forma de cápsulas. É o caso, por exemplo, da pimenta, chá verde, a erva mate e o café, que também podem acelerar o seu metabolismo. 

Ter um sono de qualidade

Quando alguém dorme menos ou pouco, é liberado um hormônio que provoca mais fome, e outro que é responsável por ter dar menos saciedade. “Ou seja, dormindo menos você quer comer mais e ainda sem controle e, dessa maneira, o metabolismo tende a diminuir para se poupar por causa das poucas horas de sono”, adverte o especialista. 

Portanto, é importante dormir melhor, de acordo com a necessidade de cada um, que pode variar entre 7 e 8 horas de sono. Dormindo bem, o metabolismo também vai ser ativado.

Beber água e evitar ficar sentado

Tomar água vai manter o seu metabolismo adequado e vai te forçar a ir ao banheiro, o que vai contribuir para gerar algum movimento. “O ideal é sempre levantar em intervalos de 1 ou 2 horas para não permanecer totalmente parado ou sentado. Você pode se levantar e aproveitar para tomar água, um café ou simplesmente esticar as pernas”, recomenda o Dr. Renato.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse

Fitness

Especialista em fisiologia do exercício aponta as principais diferenças entre crossfit, musculação, treino funcional e calistenia