Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Câncer

Novembro Azul: atividade física é uma arma contra câncer de próstata

A prática de atividade física previne câncer de próstata, ajuda no tratamento e aumenta chances de cura em pacientes com a doença

Novembro Azul: atividade física é uma arma contra câncer de próstata
Novembro Azul: atividade física é uma arma contra câncer de próstata - Foto: Shutterstock

O sedentarismo aumenta o risco de surgirem problemas de saúde. Adotar uma rotina de exercícios físicos, por outro lado, ajuda a prevenir uma série de doenças, como o câncer de próstata.

Segundo pesquisas publicadas pela Johns Hopkins Medicine, localizada em Baltimore, EUA, esportistas que são regulares no ritmo de treino, têm menor chance de desenvolver a neoplasia

Outro estudo verificou que, o ganho de peso em homens que já passaram por tratamento, pode aumentar o risco de metástase. Portanto, seja na prevenção ou na reabilitação do câncer de próstata, a prática de exercícios físicos é fundamental para a qualidade de vida do homem.

Benefícios da atividade física no contexto do câncer de próstata

O personal trainer e especialista em musculação, Caio Signoretti, explica essa relação tão benéfica para a saúde da paciente. “O fortalecimento muscular é de suma importância para quem está passando pelo tratamento de câncer de próstata ou até para quem já superou a doença. Por uma questão de fortalecimento mesmo, de estrutura de massa muscular magra e massa óssea”, diz ele.

Além disso, a atividade física contribui para se ter autonomia durante todo o tratamento, e também ajuda a melhorar as dores e desconfortos. “Além de promover mais bem-estar, não só físico, mas também mental por conta da liberação de hormônios da felicidade, como a endorfina, por exemplo. Quem pratica musculação durante essa fase de tratamento contra o câncer, diminui muito o risco de reincidência”, ressalta Signoretti.

Riscos do sedentarismo

Em contrapartida, o sedentarismo aumenta o risco para a evolução e desenvolvimento da doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), várias pesquisas demonstram que existem diferenças no surgimento e na cura do câncer da próstata em homens ativos e sedentários. 

O risco de morte por esse tipo de câncer, por exemplo, pode ser reduzido em até 30% em quem pratica atividades físicas regulares. Já em relação à hiperplasia benigna da próstata, as chances de isso ocorrer antes dos 65 anos foram de quase 60% a menos em homens praticantes de atividade física.

“O ideal é que os homens comecem a se exercitar o quanto antes, não tem contraindicação! É claro que o paciente deve respeitar sempre seu limite, mas o importante é começar. Não importa a intensidade, esse start no fortalecimento é de suma importância para que se tenha um maior bem-estar durante o tratamento. Além de aumentar muito as chances de uma recuperação mais rápida”, afirma Caio.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Frutas nativas do Brasil protegem o intestino e previnem doenças como hipertensão, obesidade, diabetes, condições cardiovasculares e câncer

Dor

Ortopedista especialista em coluna aponta oito atitudes que podem ajudar a preservar o principal eixo de sustentação do nosso corpo

Alimentação

A introdução alimentar costuma ser um grande desafio, principalmente quando o bebê apresenta reações alérgicas

Insônia

Alguns mitos e desinformações atrapalham a rotina de sono dos recém-nascidos, o que é um desafio para a família e também para o bebê