Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

O que o tamanho da sua próstata diz sobre você? Médico explica

Urologista alerta sobre a importância de vigiar a saúde da próstata, que tende a aumentar de tamanho conforme envelhecemos

O que o tamanho da sua próstata diz sobre você? Médico explica
O que o tamanho da sua próstata diz sobre você? Médico explica - Foto: Shutterstock

Estamos no Novembro Azul, mês de conscientização sobre o câncer de próstata, mas também sobre a saúde do homem como um todo. A neoplasia, aliás, é a mais comum entre a população masculina, atrás apenas do câncer de pele – muito disso por conta do desconhecimento que o homem tem sobre a própria próstata.

A saúde da próstata é um elemento chave na avaliação geral da saúde masculina, destaca o médico urologista Dr. Fernando Leão. De acordo com ele, o órgão é crucial na produção de fluido seminal, e com o envelhecimento, frequentemente aumenta de tamanho. “Este aumento pode variar de alterações benignas a indicações de condições mais graves”, diz o especialista.

Hiperplasia benigna da próstata (HBP)

A hiperplasia benigna da próstata (HBP), caracterizada pelo aumento benigno da próstata, pode assustar em um primeiro momento, mas é comum e geralmente não está associada ao câncer. Apesar disso, esse aumento pode causar sintomas como dificuldade para urinar e aumento da frequência urinária, especialmente à noite, alerta o Dr. Fernando. 

Embora a HBP seja considerada uma parte natural do envelhecimento, é importante monitorá-la devido à possibilidade de complicações. “Homens devem ficar atentos a qualquer mudança no padrão urinário ou desconforto na região pélvica, pois podem ser sinais de alerta”, aconselha Leão.

Câncer de próstata

Outra preocupação é o câncer de próstata, um dos tipos mais comuns entre os homens. Trata-se da causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Os sintomas podem ser semelhantes aos da HBP, tornando cruciais os exames regulares para um diagnóstico precoce, que é fundamental para um tratamento eficaz. “O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso no tratamento de doenças prostáticas, especialmente o câncer de próstata”, afirma o urologista.

Diagnósticos e tratamentos

No que diz respeito ao diagnóstico e tratamento de problemas prostáticos, a medicina moderna oferece várias opções. Exames de sangue, como o teste de PSA (antígeno prostático específico), ultrassonografias e biópsias guiadas por ressonância magnética são algumas das ferramentas de diagnóstico disponíveis. Os tratamentos variam desde vigilância ativa até procedimentos cirúrgicos e radioterapia, dependendo da gravidade do caso.

De acordo com o médico urologista, estes exames permitem uma avaliação precisa da saúde prostática, facilitando a detecção precoce de anormalidades e potencializando as chances de tratamentos bem-sucedidos. “Recomendo exames regulares, como o teste de PSA, para todos os meus pacientes acima de 50 anos, ou antes, se houver histórico familiar de doenças da próstata”, orienta Leão.

Prevenção

A saúde da próstata também está fortemente ligada ao estilo de vida. Portanto, dietas ricas em frutas e vegetais, baixas em gorduras saturadas, e um estilo de vida ativo são recomendados para manter a próstata saudável. Além disso, evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool são medidas importantes. 

O cuidado com a saúde da próstata é essencial para a saúde masculina global. A conscientização sobre a saúde da próstata, medidas preventivas e acompanhamento médico regular são cruciais para manter a qualidade de vida e o bem-estar dos homens, especialmente à medida que envelhecem.

Dicas para manter a saúde da próstata em dia

O médico urologista destaca alguns conselhos para cuidar diariamente da saúde da próstata, e evitar o surgimento de doenças. Confira:

  • Monitore mudanças urinárias: fique atento a sintomas como dificuldade para urinar ou aumento da frequência, que podem indicar mudanças na próstata;
  • Mantenha uma dieta equilibrada: consuma alimentos ricos em antioxidantes, como frutas e vegetais, e reduza a ingestão de gorduras saturadas para manter a saúde da próstata;
  • Pratique exercícios regularmente: a atividade física ajuda a manter o peso saudável e pode reduzir o risco de problemas na próstata;
  • Evite tabagismo e consumo excessivo de álcool: estes hábitos podem afetar negativamente a saúde da próstata, portanto, moderá-los é benéfico;
  • Faça check-ups regulares: a partir dos 50 anos, ou antes se houver histórico familiar, faça exames regulares, incluindo o teste de PSA, para monitorar a saúde da próstata.
Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Mais de 65 milhões de pessoas possuem catarata em todo o mundo, a maioria idosos, e a única forma de tratar a condição é...

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias