Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Nutricionista aponta 6 alimentos que previnem o câncer

A alimentação inadequada é responsável por um a cada cinco casos de câncer no Brasil. Saiba o que incluir e o que tirar da dieta

Nutricionista aponta 6 alimentos que previnem o câncer
Nutricionista aponta 6 alimentos que previnem o câncer - Foto: Shutterstock

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a má alimentação é responsável por cerca de 20% dos casos de câncer no Brasil. Segundo a instituição, um em cada três casos poderia ser evitado com a adoção de dieta saudável, controle de peso e prática de atividade física. 

A nutricionista Juliana Vieira afirma que um cardápio variado, rico em frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos, e pobre em alimentos ultraprocessados pode prevenir muitos casos de câncer. Pensando nisso, ela separou 6 alimentos para você incluir na sua dieta. Confira:

1 – Frutas vermelhas

Frutas como morango, amora, framboesa e mirtilo têm sua coloração característica devido à presença de pigmentos chamados antocianinas. Essas substâncias têm poder antioxidante e evitam a formação dos radicais livres, moléculas que prejudicam o DNA das células e favorecem o desenvolvimento do câncer.

Além disso, essas frutas oferecem boas quantidades de vitamina C, que também é um antioxidante poderoso.

2 – Frutas e vegetais amarelos e alaranjados

A coloração amarela ou alaranjada de alimentos como abóbora, batata-doce, cenoura, manga, nectarina e mamão se deve à presença do betacaroteno, um pigmento que protege nosso material genético dos danos causados pela oxidação.

Outro excelente benefício são suas altas concentrações de vitaminas, minerais e fibras, pois elas permitem o bom funcionamento de todo o organismo.

3 – Frutas cítricas

As frutas cítricas são as campeãs quando o assunto é vitamina C, um micronutriente capaz de evitar o estresse oxidativo nas células e prevenir o desenvolvimento de diversos tipos de tumor maligno, inclusive o câncer de mama.

Por isso, vale a pena investir em frutas como abacaxi, acerola, maracujá, kiwi, laranja, limão e tangerina, ingerindo pelo menos uma porção todos os dias.

4 – Brócolis e outros vegetais crucíferos 

Os vegetais crucíferos como brócolis, couve-manteiga, couve-flor e repolho são famosos por seu alto conteúdo de fibras, vitaminas e sais minerais, substâncias essenciais para garantir o bom funcionamento do organismo. Além disso, esses alimentos oferecem substâncias que atuam especificamente na prevenção do câncer, como os glucosinolatos.

5 – Salmão e outros peixes gordurosos

Peixes como salmão, sardinha e atum contêm, por exemplo, gorduras insaturadas, que são consideradas boas por proteger a saúde cardiovascular e reduzir o risco de desenvolvimento de vários tipos de câncer.

Essa propriedade se deve também à presença dos ácidos graxos ômega-3, que combatem e previnem a atividade inflamatória – um forte fator de risco para os tumores malignos.

6 – Castanhas e outras sementes oleaginosas

As castanhas em geral, como amendoim, amêndoas, avelãs, castanha-de-caju, castanha-do-pará e nozes, são fontes de vitamina E, que também apresenta ação antioxidante.

O que não colocar no prato

Por outro lado, há também os alimentos potencialmente cancerígenos. A nutricionista aponta o que evitar no prato para prevenir o câncer:

1 – Excesso de carne vermelha, que é rica em gorduras saturadas e favorece os processos inflamatórios no organismo, aumentando o risco do câncer de mama. Dessa forma, recomenda-se limitar seu consumo a três porções semanais, dando preferência aos peixes e aves.

2 – Frituras e alimentos gordurosos em geral, como lanches de fast food, leite integral e queijos amarelos, também é importante evitar. Isso porque a ingestão excessiva de gordura está relacionada ao acúmulo de peso (fator que aumenta o risco do câncer) e à elevação do estradiol, um hormônio relacionado ao câncer de mama.

3 – Açúcares brancos, doces, refrigerantes e produtos industrializados em geral devem ser consumidos com moderação. Isso porque eles contêm substâncias artificiais que desencadeiam processos inflamatórios no organismo.

Advertisement

Você também vai gostar

Emagrecer

Pacientes que pretendem se submeter a uma cirurgia bariátrica passam por um longo e desafiador caminho de preparação

Alimentação

Para quem sofre com sintomas como inchaço, fadiga, insônia e imunidade baixa, a dieta anti-inflamatória pode ser uma solução

Notícias

Corredora utilizou cera de cabelo para fazer tranças e, após transpirar, o produto atingiu os olhos causando uma inflamação na córnea

Notícias

Medir a pressão arterial é fundamental para prevenir uma série de doenças graves. Saiba como fazer adequadamente