Connect with us

O que você está procurando?

Saúde da Mulher

Patrícia Ramos trata endometriose com exercícios físicos; veja se funciona

Apresentadora da Globo recebeu o diagnóstico para endometriose em 2020 e, desde então, pratica exercícios físicos para lidar com a doença

Patrícia Ramos trata endometriose com exercícios físicos; veja se funciona
Patrícia Ramos trata endometriose com exercícios físicos; veja se funciona - Foto: Reprodução Instagram (@patriciaramos)

A influencer e apresentadora da Globo, Patrícia Ramos, compartilhou no seu Instagram um pouco sobre como o diagnóstico de endometriose, em 2020, contribuiu para uma grande mudança no seu estilo de vida. Patrícia contou que após o diagnóstico passou a treinar diariamente e ganhou 25kg de massa magra.

“Minha médica foi bem realista e falou: ‘Pat, agora a sua vida mudou. A doença vai te fazer entender que a prática de exercícios físicos vai te ajudar a tratá-la, vai ser bom para a sua saúde em vários aspectos e também para a sua autoestima. Você só precisa conciliar a prática de exercícios físicos e uma boa alimentação para a gente ter sucesso no tratamento da doença’”, contou.

De acordo com o médico especialista em ginecologia e obstetrícia Dr. Alexandre Silva e Silva, a atividade física pode reduzir a percepção da dor causada pela endometriose. No entanto, é preciso continuar monitorando a doença com um especialista para observar a necessidade de outros tratamentos.

O que é endometriose?

A endometriose é uma doença comum que afeta muitas mulheres globalmente. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aproximadamente 10% das mulheres no Brasil enfrentam essa condição.

Ela é uma doença crônica que é caracterizada pelo crescimento de tecido semelhante ao endométrio, o revestimento do útero, fora do órgão. Esses crescimentos podem ocorrer na membrana que reveste o abdômen por dentro (o peritônio), nos ovários, nas tubas uterinas e em outros órgãos pélvicos.

A condição causa sintomas como:

Exercícios físicos ajudam a tratar a doença?

De acordo com o médico especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva, os exercícios físicos podem contribuir para melhorar a percepção da dor. Contudo, é importante não encará-los como um substituto para os tratamentos tradicionais.

“Os exercícios físicos podem ajudar a reduzir as dores da endometriose ao contribuírem para a liberação de neurotransmissores do bem-estar, que diminuem a percepção da dor e melhoram a qualidade de vida da paciente”, explica o médico.

Contudo, o especialista ressalta que essa realidade se encaixa apenas para as mulheres que conseguem praticar exercícios. Isso porque a endometriose pode causar dores incapacitantes e impedir a realização de exercícios em alguns casos mais severos.

“Mas eles sempre devem ser considerados como uma abordagem complementar aos tratamentos tradicionais, não como uma substituição. Por isso, é fundamental o diagnóstico e o tratamento precoce realizados por um médico focado no tratamento da doença para que os resultados sejam mais eficazes e tragam uma melhor qualidade de vida para essas pacientes”, alerta o Dr. Alexandre Silva e Silva.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Também conhecida como hipertensão, a pressão alta atinge 32,5% da população adulta brasileira, o que representa 36 milhões de pessoas. Além disso, mais de...

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar