Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Pressão alta pode provocar AVC e outras doenças; veja como prevenir

A pressão alta é fator de risco para uma série de doenças graves, entre elas o acidente vascular cerebral (AVC)

Pressão alta pode provocar AVC e outras doenças; veja como prevenir
Pressão alta pode provocar AVC e outras doenças; veja como prevenir - Foto: Shutterstock

O dia 26/4 ficou instituído como o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, também conhecida como pressão alta. Esta é uma doença crônica que se caracteriza pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. De acordo com o Ministério da Saúde, ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9). 

“Ela é uma doença silenciosa e crônica, cujo diagnóstico na grande maioria das vezes se faz em uma avaliação médica de rotina. Se a pessoa não costuma ir a um médico, pode passar anos sem o diagnóstico da doença”, afirma o médico cardiologista Dr. Claudio Catharina, Gestor da Unidade Coronariana do Hospital de Icaraí (HI)

O especialista destaca que é importante conhecer a própria pressão arterial, sabendo que mudanças no estilo de vida e medicamentos podem reduzir as consequências desastrosas da hipertensão. Entre elas, o médico destaca o AVC, infarto, insuficiência cardíaca e renal. 

Pressão alta e AVC

A pressão alta é um dos principais fatores de risco para o acidente vascular cerebral (AVC). O risco é o mesmo tanto para o isquêmico, quanto para o hemorrágico, explica o neurocirurgião e especialista em AVC Dr. Victor Hugo Espíndola.

Segundo o médico, a hipertensão exerce uma pressão elevada na parede das artérias. Essa pressão pode levar a um processo inflamatório que resulta na formação progressiva de placas de gordura nessas paredes, condição conhecida como doença aterosclerótica. O quadro pode provocar o AVC isquêmico de duas maneiras:

  • Essa placa de gordura cresce a ponto de obstruir completamente uma artéria. Então aquela região do cérebro que seria irrigado essa artéria fica sem sangue, provocando o acidente vascular; 
  • Ou, durante esse processo de crescimento, a placa de gordura solta um pedaço e navega pela circulação sanguínea obstruindo uma artéria de menor calibre, provocando pelo mesmo mecanismo o AVC isquêmico. 

Já o AVC hemorrágico também pode ser provocado de duas maneiras principalmente. “Primeiro, a pressão muito elevada na parede da artéria pode levar a sua ruptura, provocando o extravasamento de sangue para dentro do tecido cerebral. Este é um dos tipos mais comuns de AVC hemorrágico”, aponta o neurocirurgião.

“Ou, a longo prazo, a pressão elevada na parede da artéria leva a uma dilatação progressiva, formando os aneurismas cerebrais. À medida que eles vão crescendo, podem se romper e quando rompem extravasa sangue pro cérebro, provocando um dos tipos de AVC hemorrágicos mais graves que tem, que é hemorragia subaracnóide decorrente da ruptura de aneurisma cerebral”, complementa o médico.

Fatores de risco e prevenção

O Dr. Claudio destaca que a principal forma de prevenir a pressão alta é adotar um estilo de vida calcado em hábitos de controle do peso, dieta com pouco sal e poucos condimentos e a prática regular de exercícios físicos. Além disso, é importante se afastar de outros fatores de risco para a hipertensão, como o tabagismo.

O médico lembra que a pressão alta atinge atinge homens e mulheres ainda jovens na casa dos 30-40 anos. No entanto, ela também pode acometer crianças e adolescentes em número menor. Além disso, meninas que fazem uso de anticoncepcional e cigarro correm mais risco de desenvolvimento da doença de forma precoce.

“A história familiar também é um importante e determinante fator para o desenvolvimento da doença. Isso porque se o pai ou a mãe ficaram hipertensos ao longo da vida adulta, aumenta a oportunidade dos filhos desenvolverem a condição”, afirma o especialista.

Saiba mais sobre os sintomas e os riscos da pressão alta. Imagens: Shutterstock
Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias

Doenças

Casos de AVC e infarto aumentam entre 20% e 30% respectivamente durante o clima frio. Veja como se proteger no inverno