Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Qual a chave para o rejuvenescimento? Veja o que descobriu um novo estudo

Pesquisadores dos Estados Unidos descobriram que uma união de fatores foi capaz de reduzir a idade biológica de um grupo de mulheres

Qual a chave para o rejuvenescimento? Veja o que descobriu novo estudo
Qual a chave para o rejuvenescimento? Veja o que descobriu novo estudo - Foto: Shutterstock

Já imaginou como seria o mundo se fosse possível reverter a idade biológica? Desde a antiguidade diversos povos buscavam pela lendária fonte da juventude, uma suposta nascente de águas capazes de reverter a idade de quem a bebesse. Parece fantasioso demais, porém se assemelha à busca atual por métodos e tecnologias capazes de atingir o chamado rejuvenescimento, mudando não só aspectos físicos, mas também a idade biológica.

De acordo com a médica e cirurgiã plástica especialista em rejuvenescimento Dra. Elodia Avila, cuidados estéticos são apenas “a ponta do iceberg” de um processo de rejuvenescimento completo.

“Tratamentos e cirurgias estéticas são uma parte importante do processo de rejuvenescimento, mas não são o mais importante. Isso porque, para que ele seja realmente completo, é importante associá-los a uma série de outros cuidados essenciais que tratam da idade biológica”, destaca.

Qual a diferença entre idade biológica e cronológica?

Segundo a Dra. Elodia Avila, a idade biológica refere-se ao estado funcional dos tecidos, órgãos e sistemas do corpo, medindo a saúde e a vitalidade em relação ao tempo vivido. Ela é influenciada por fatores como genética, estilo de vida e exposição a estresses ambientais.

“Já a idade cronológica, por outro lado, é a medida do tempo transcorrido desde o nascimento. Ou seja, sua idade tradicional, sob a qual não se pode fazer nada para alterar, ao contrário da idade biológica”, elucida.

Estudo revela a possibilidade de um rejuvenescimento completo

A ciência busca recorrentemente estratégias para estimular a regressão de idade biológica – e parece que os cientistas estão no caminho certo. Um novo estudo realizado por um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos apontou que abordagens multifatoriais em mudanças no estilo de vida podem ser a chave para o rejuvenescimento.

O estudo analisou seis mulheres que foram submetidas durante oito semanas a uma série de mudanças de estilo de vida, envolvendo sono, dieta, relaxamento, exercícios físicos e processos de metilação (isto é, um processo bioquímico que envolve a adição de grupos metila à molécula de DNA, influenciando a expressão gênica). Ao fim do processo, houve uma redução média de 4,60 anos na idade biológica do paciente.

“Este estudo reforça que não basta uma mudança específica ou um tratamento único para o processo de rejuvenescimento, é necessário uma abordagem mais completa e sempre com acompanhamento profissional”, destaca Elodia.

“O rejuvenescimento deve ser feito considerando o organismo como um todo para ter não apenas uma aparência jovem, como uma saúde, mobilidade, raciocínio e cognição jovens”, completa a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse