Connect with us

O que você está procurando?

Saúde Bucal

Shot matinal de limão: por que é preciso tomar cuidado com o hábito

Cirurgião dentista alerta sobre os riscos que o shot matinal de limão pode causar a esmaltação dos dentes e ensina como prevenir

Shot matinal de limão: por que é preciso tomar cuidado com o hábito
Shot matinal de limão: por que é preciso tomar cuidado com o hábito - Foto: Shutterstock

O shot matinal de limão se tornou cada vez mais popular. A principal razão é porque ele é considerado uma maneira de melhorar a saúde e impulsionar o sistema imunológico. Além disso, receitas de como “desinflamar o corpo” através da bebida circulam pelas redes sociais, incentivando o consumo da bebida. No entanto, essa prática pode trazer sérios problemas aos dentes.

O perigo do shot matinal de limão

Isso porque o ácido cítrico presente no limão é altamente corrosivo e pode erodir o esmalte dos dentes com o tempo. Quando o esmalte é danificado, eles ficam mais suscetíveis a cáries e sensibilidade dentária, além de ter uma aparência amarelada. 

De acordo com o cirurgião dentista Dr. Daniel Nunes, a erosão ocorre com a perda progressiva do revestimento dental por processos químicos. Ele afirma que a acidez dos alimentos e bebidas é mais relevante para a erosão do que o tão temido açúcar.

Não é preciso abandonar o hábito

Para aqueles que não abrem mão de consumir o shot matinal de limão, há saída. Daniel recomenda, por exemplo, optar por beber a mistura com um canudo, para minimizar o contato do ácido com os dentes. 

Além disso, o cirurgião dentista recomenda utilizar creme dental com flúor na escovação, com intervalos de 20 minutos após a ingestão “Quando você escova os dentes logo após tomar, acaba aumentando a agressão dos ácidos dos alimentos sobre os dentes”, alerta o profissional.

O ideal é enxaguar a boca e dar um tempo para o pH se estabilizar e, então, escovar os dentes com um creme dental com flúor e usar o fio dental. O flúor é importante pois fortalece o esmalte, evitando manchas e cáries.

Mais maneiras de prevenir os danos

“Também seria interessante diluir o suco de limão em água ou chá para diminuir a acidez. A Vitamina C ajuda na digestão, fornece nutrientes (Vitamina C, ácido cítrico, potássio, cálcio, fósforo, magnésio e pectina) e estimula o sistema imunológico, podendo ser consumida de diversas formas, tomando sucos, comendo as frutas com refeições”, acrescenta o Dr. Daniel.

Uma pesquisa feita pela Universidade King’s College, em Londres, publicada no periódico científico British Dental Journal, analisou a dieta de 300 pessoas com desgaste erosivo severo. Aquelas que bebiam água com limão duas vezes ao dia, entre as refeições, tinham 11 vezes mais chance de ter erosão dentária moderada ou severa. E surpreendentemente esse número caiu para metade quando as bebidas acompanhavam as refeições.

Ou seja, para menor impacto ainda, ingerir essas bebidas e frutas cítricas durante a refeição, com outros alimentos, como pães, bolos, é a melhor opção. Isso porque a saliva produzida durante a mastigação é alcalina e atua “amortecendo” alimentos ácidos e bebidas.

O periódico também aponta outras bebidas que podem comprometer os dentes: chás de frutas, bebidas dietéticas e açucaradas e águas saborizadas.

“Os benefícios de tomar esses shots puros diariamente podem ser bons, mas trazem sérios perigos para os dentes se não forem consumidos com moderação e precaução, então é muito interessante conversar com um dentista antes de qualquer mudança de hábito que envolve a saúde bucal”, destaca o cirurgião dentista.

Daniel acrescenta ainda que, quando o esmalte do dente já está muito danificado, recomenda-se o recobrimento com resinas ou porcelanas (facetas), já que a dentina não pode ficar exposta.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse