Connect with us

O que você está procurando?

Covid

Suspeita de Covid? Saiba os sintomas da doença

A Covid é facilmente confundida com outras doenças respiratórias, mas os sintomas podem variar. Saiba identificar os sinais de contaminação

Suspeita de Covid? Saiba os sintomas da doença
Suspeita de Covid? Saiba os sintomas da doença - Foto: Shutterstock

Até o momento, a Covid já atingiu mais de 653 milhões de pessoas, e tirou mais de 6,6 milhões de vidas. Desde o início da pandemia, em março de 2020, o Sars-cov-2 passou por diversas mutações, colocando em cheque a proteção garantida pelas vacinas e pela contaminação prévia. A última variante identificada pela OMS é a Ômicron, designada como uma variante de preocupação em 26 de novembro de 2021.

Devido às mutações, a doença também se transformou. Isso porque, no decorrer do tempo, novos sintomas e sequelas deixadas pela Covid foram identificadas. Aliás, alguns dos sinais comuns da contaminação podem ser bastante inusitados. Porém, atualmente a patologia é facilmente confundida com outras infecções respiratórias, como a gripe, por exemplo.

Sintomas da Covid

De acordo com o Ministério da Saúde, os sintomas mais comuns da Covid são:

  • Coriza;
  • Tosse;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade de respirar.

Nos casos mais graves, o paciente pode apresentar:

  • Febre alta;
  • Aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia);
  • Dor no peito;
  • Cansaço;
  • Falta de ar;
  • Pneumonia;
  • Insuficiência respiratória aguda;
  • Insuficiência renal.

Prevenção

Ainda conforme o Ministério da Saúde, não existe tratamento específico para a Covid. Por isso, é importante seguir as recomendações de prevenção:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete ou com desinfetante para as mãos à base de álcool por pelo menos 20 segundos;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo de pessoas doentes (a recomendação é mais de um metro de distância);
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir boca e nariz com um lenço de papel ao tossir ou espirrar. Após, jogar no lixo e higienizar as mãos;
  • Evitar o compartilhamento de copos, pratos ou outros objetos de uso pessoal;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies que sejam tocadas com freqüência por várias pessoas;
  • Pessoas doentes devem adiar ou evitar viajar para as áreas afetadas por coronavírus;
  • Pessoas que estiveram em áreas onde o vírus circula, que tiveram contato físico com alguém diagnosticado ou que apresentam febre, tosse ou dificuldade para respirar, devem procurar atendimento médico de imediato.
Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

O ritmo e a frequência da pulsação fornecem informações sobre a saúde cardíaca. Aprenda a checar em casa

Alimentação

Consumir açúcar refinado aumenta os níveis de gordura no corpo e o risco de desenvolver doenças como diabetes. Saiba como substituir o produto

Dor

15% dos brasileiros sofrem com enxaqueca, condição que pode ser tratada de diferentes formas. Veja quais terapias podem ajudar

Medicamentos

Anfetamina prescrita para TDAH é frequentemente usada como um estimulante. Conheça os riscos do Venvanse