Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Doenças

Varizes na adolescência: médica alerta sobre sintomas e prevenção

Varizes na adolescência podem surgir por fatores genéticos e hormonais e, em qualquer caso, exige cuidado e atenção

Varizes na adolescência: médica alerta sobre sintomas e prevenção
Varizes na adolescência: médica alerta sobre sintomas e prevenção - Foto: Shutterstock

As varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem abaixo da pele, e atingem principalmente os membros inferiores. Isto é, os pés, as pernas e as coxas. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre. E se engana quem acredita que o problema surge apenas na vida adulta. Isso porque é bastante comum casos de varizes ainda na adolescência.

O que pode levar ao surgimento de varizes?

De acordo com a Dra. Camila Helena Oliveira, especialista em Cirurgia Vascular e Ecografia Vascular com Doppler, o desenvolvimento de varizes na adolescência pode estar relacionado a fatores genéticos. Ou seja, se há histórico familiar de varizes, a predisposição pode ser herdada. 

“Além disso, mudanças hormonais que ocorrem durante a puberdade podem influenciar a saúde vascular. Outros fatores, como obesidade, sedentarismo e longos períodos de pé ou sentado, também podem contribuir para o surgimento de varizes na adolescência”, diz a médica.

Mas não só isso: existem patologias relacionadas a alterações durante a formação dos vasos, que são conhecidas como anomalias vasculares e são causas de varizes tanto na infância quanto na adolescência, revela a especialista.

“Se um adolescente apresentar sintomas de varizes, como dor, inchaço, sensação de peso nas pernas ou notar veias visíveis, é aconselhável procurar um médico. O surgimento precoce de varizes pode indicar predisposição genética ou outros fatores que merecem atenção”, adverte Camila.

Como tratar e prevenir as varizes na adolescência?

Para tratar e prevenir varizes na adolescência, é importante adotar medidas que promovam a saúde vascular, destaca a especialista, que faz algumas sugestões:

  • Prática de atividade física;
  • Evitar longos períodos em pé ou sentado;
  • Utilizar vestuário adequado (isto é, evitar roupas apertadas, especialmente ao redor da cintura e pernas);
  • Manter o peso adequado.

“Procedimentos para o tratamento de varizes na adolescência são raros, porém, quando indicados, podem contemplar o uso de meias de compressão, procedimentos minimamente invasivos como laser e aplicações, e em último caso a cirurgia. O acompanhamento médico adequado é essencial para determinar a melhor abordagem”, diz a profissional.

Advertisement

Você também vai gostar

Insônia

Alguns mitos e desinformações atrapalham a rotina de sono dos recém-nascidos, o que é um desafio para a família e também para o bebê

Alimentação

Especialista em nutrologia explica as diferenças entre a doença celíaca, a intolerância ao glúten e a alergia ao trigo. Saiba os sintomas

Dor

Ortopedista explica que nem sempre uma dor no joelho exige correção cirúrgica. No entanto, em alguns casos o paciente deve passar por cirurgia

Beleza

Dermatologista explica técnica slow care, focada na beleza natural e na saúde integral do paciente