Connect with us

O que você está procurando?

Fitness

Vencendo a rotina e o sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo no dia a dia

Educador físico mostra que é possível abandonar o sedentarismo mesmo com uma rotina corrida. Veja o que fazer no dia a dia

Vencendo a rotina e o sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo no dia a dia
Vencendo a rotina e o sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo no dia a dia - Foto: Shutterstock

Os benefícios dos exercícios físicos para a saúde já são comprovados pela ciência  e reconhecidos pela humanidade. Apesar disso, abandonar o sedentarismo é um dos maiores desafios da sociedade atualmente.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), um terço da população mundial adulta é fisicamente inativa. No Brasil, dados do IBGE indicam que 47% dos brasileiros adultos e 84% dos jovens são sedentários.

Esse cenário contribui para a ocorrência de doenças como a obesidade, diabetes, hipertensão, entre outros, o que reduz a qualidade e a expectativa de vida. Além disso, por afetar uma grande parcela da população, este é um problema de saúde pública.

Como abandonar o sedentarismo

A solução é incluir mais atividades físicas no dia a dia de forma natural, reforça o personal trainer e educador físico Tauan Gomes. “Para escapar do sedentarismo, é importante incluir atividades físicas de forma natural no dia a dia. Mesmo com rotinas corridas, encontrar tempo para manter o corpo ativo é fundamental para a saúde”, afirma.

5 dicas para ser mais ativo no dia a dia

Tauan dá algumas dicas que podem ajudar a abandonar o sedentarismo e adotar uma rotina mais ativa e saudável. Confira:

1 – Incorpore atividade física na rotina

“Aqui não estamos falando de esportes, de corrida, de dança, etc., e sim de pequenas movimentações que muitas vezes trocamos em prol da comodidade. Por exemplo, subir escadas em lugar de uso o elevador, ir a pé para locais próximos ao invés de usar o carro, passer você mesmo com seu cachorro, etc.”, explica.

2 – Buscar algo que goste

“Muitas vezes não é a atividade física em si que te desmotiva e sim a específica que escolheu, existem infinitas possibilidades, basta escolher a que tem mais afinidade como futebol, dança, corrida, ciclismo, artes marciais, musculação, entre outras”, diz o educador físico.

3 – Crie o hábito

“Nossa vida é movida a hábitos, então transforme o exercício físico em um hábito também, defina um horário, evite fugir dele, escolha durações realistas para não desmotivar com o tempo. No longo prazo a atividade física vai se tornar totalmente natural para você”, destaca o profissional.

Nesse sentido, a técnica dos 21 dias pode ajudar. A metodologia, que surgiu a partir de estudos do cirurgião plástico Maxwell Maltz, na década de 60, diz que é necessário 21 dias para criar um hábito. Isso porque a persistência em determinada tarefa por este período o tornaria natural, incorporando mais facilmente à rotina.

4 – Metas de passos

“Uma das atividades físicas mais simples e rotineiras que se pode fazer é caminhar, ela pode ser incorporada com muita facilidade no seu dia a dia. Por isso, vale a pena definir uma meta de passos diária ou pelo menos medi-los para ter real noção do seu sedentarismo, existem até mesmo aplicativos de celular que ajudam com isso”, informa Tauan.

5 – Foque em atividades em grupo

“O ser humano é sociável, por isso transformar o exercício em uma atividade social ajuda a torná-la mais prazerosa. Convide amigos para praticar um novo esporte ou faça amigos por lá. Foque em atividades que precisem de grupos”, indica o personal trainer.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Ricas em vitaminas e proteínas, as sementes de cânhamo são consideradas um superalimento graças aos impactos positivos no organismo

Sem categoria

Diversos fatores podem levar ao surgimento da dermatite seborreica, como a má higienização, uso de alguns produtos e até mesmo o frio

Doenças

As hepatites virais (principalmente B e C) causam cerca de 375 milhões de casos pelo globo, e podem evoluir para formas graves

Beleza

O “banho premium plus” é mais uma tendência de autocuidado que viralizou nas redes sociais. Veja quais são as recomendações de especialistas