Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Alimentação equilibrada: 7 dicas para mudar sua relação com a comida

No Dia da Saúde e Nutrição, nutricionista dá sete conselhos para quem deseja equilibrar a alimentação e melhorar a relação com os alimentos

Alimentação equilibrada: 7 dicas para mudar sua relação com a comida
Alimentação equilibrada: 7 dicas para mudar sua relação com a comida - Foto: Shutterstock

Nesta sexta-feira, dia 31 de março, é celebrado o Dia Nacional da Saúde e Nutrição. A data é uma oportunidade para debater e avaliar práticas nutricionais dos brasileiros. Além disso, é importante destacar a importância de políticas públicas realistas e preventivas, tais como a redução de sal e açúcar no consumo doméstico e mudanças na rotulagem dos alimentos.

O Ministério da Saúde destaca que a prática da boa alimentação começa desde cedo, ao nascimento, com o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida. Após essa fase, a amamentação poderá ser feita de maneira complementar até os 2 anos. E, em cada fase da vida (criança, adolescente, adulto ou idoso), o ser humano possui diferentes necessidades nutricionais.

“Na nossa rotina diária temos diversas responsabilidades, por isso muitas vezes não sobra tempo para praticarmos uma alimentação saudável. Mas acreditem: o simples funciona”, destaca a nutricionista Jussiara Corsini, Coordenadora de Produção de Alimentos da Tasty Salad Shop. 

7 dicas para manter uma alimentação equilibrada

Para nos ajudar nessa missão, ela separou 7 dicas de como conseguir manter uma boa alimentação em meio a correria do dia a dia. Confira:

Faça sua refeição devagar: Alimentar-se rápido demais faz com que comamos mais do que o necessário, além de promover uma sensação de inchaço. Mastigue bem e saboreie cada sabor da sua refeição.

Mantenha a hidratação: Beba no mínimo 2 litros de líquidos por dia. De preferência água, mas também pode ser água de coco, chá gelado e sucos naturais sem adição de açúcar. Dica de ouro: deixe sempre uma garrafinha de água na bolsa para facilitar o consumo.

Reduza a ingestão de açúcar: Procure saborear os alimentos com o sabor natural, sem adição de açúcar refinado. Caso precise de açúcar para alguma receita, de preferência para açúcar mascavo (que tem alguns nutrientes por não ser refinado) ou adoçante culinário.

Prefira os alimentos integrais: Prefira as opções integrais do arroz, macarrão e pão. Isso porque a farinha integral tem fibras e nutrientes que fazem bem ao nosso organismo.

Consuma frutas todos os dias: As frutas são excelentes alimentos, pois são ricas em fibras, vitaminas, minerais e atuam sempre de forma benéfica em nosso organismo. Consuma, no mínimo, 3 porções por dia e, sempre que possível, varie a escolha das frutas.

Aposte em lanches saudáveis: Quando saímos de casa as tentações começam a aparecer, já que é muito mais fácil encontrar um lanche industrializado do que algo saudável. Nos dias mais corridos, opte por levar na bolsa um mix de castanhas, sanduíche integral ou frutas.

Inclua legumes e verduras nas suas refeições: Assim como as frutas, os legumes e as verduras são fontes de vitaminas e minerais e devem ser consumidos diariamente. Faça uma salada bem colorida e coma antes do prato principal, pois as fibras te ajudarão a sentir menos fome e comer menos dos outros alimentos.

Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias

Doenças

Casos de AVC e infarto aumentam entre 20% e 30% respectivamente durante o clima frio. Veja como se proteger no inverno