Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Alimentação

Alimentação tem impacto direto em doenças autoimunes; entenda

Uma alimentação saudável contribui para a saúde do intestino, órgão responsável pelo surgimento de doenças autoimunes

Alimentação tem impacto direto em doenças autoimunes; entenda
Alimentação tem impacto direto em doenças autoimunes; entenda - Foto: Shutterstock

Segundo o Ministério da Saúde, as doenças autoimunes ocorrem quando o sistema imunológico reconhece partes e proteínas do próprio organismo como um objeto estranho. Isto é, ele perde a capacidade de diferenciar o que é próprio do que não é próprio. O quadro leva ao aumento da produção de anticorpos contra suas próprias células, tecidos ou órgãos.

É importante destacar que todo o processo de autoimunidade inicia-se no intestino, e começa com a má alimentação. Isso significa que o que comemos pode ativar ou desativar doenças adormecidas em nós. 

O intestino e a imunidade

“A doença autoimune é uma desordem do sistema imunológico que se inicia na destruição da mucosa do intestino. Ela é causada pela má alimentação, por uma disbiose intestinal, levando a dificuldade do intestino de filtrar e selecionar o que é bom ou ruim para o corpo. É quando o próprio organismo não diferencia as células saudáveis e passa a atacar a si mesmo por uma alteração chamada de mimetismo molecular”, detalha o Dr. Aurélio Relíquias, médico clínico geral e pós-graduado em: longevidade, nutrologia, homeostase fisiológica e modulação hormonal.

Nesse sentido, alimentos inflamatórios (como açúcar refinado, doces, sucos processados e refrigerantes); carboidratos (como farinha branca, glúten e óleos de sementes); e alimentos com alto teor de conservantes (como glutamato monossódico) são exemplos de produtos que pioram os sintomas de quase todas as doenças autoimunes conhecidas.

É o caso da artrite reumatoide, psoríase, artrose, lúpus e problemas dermatológicos, como descamação da pele e dermatites auto imunes. Até mesmo alergias inexplicáveis podem se agravar devido à alimentação. Isso ocorre em condições como rinite, sinusite, e outras doenças sem causas aparentes. 

Basicamente, todos esses alimentos podem aumentar a inflamação no corpo e piorar os sintomas, causando dores, fadiga, cansaço, desânimo, entre outros. Uma dieta saudável e anti-inflamatória é importante para todos, mas pode ser particularmente importante para pessoas com doenças autoimunes.

“Infelizmente, o tratamento com uma visão mais abrangente e integrativa do corpo foi muito pouco disseminado. No entanto, existe outra maneira de tratar uma doença autoimune que não só com remédios”, afirma o médico.

Alimentação pode aliviar doenças autoimunes

Alguns estudos mostram que certos alimentos podem agravar a inflamação e os sintomas das doenças. Por outro lado, outras opções podem ajudar a reduzir a inflamação e melhorar a função imunológica. 

É o que mostrou um estudo realizado pelo Centro Nacional de Informações sobre Biotecnologia (NCBI), nos Estados Unidos. Um grupo de pessoas com doenças inflamatórias no intestino, incluindo a Doença de Crohn e colite ulcerativa, seguiram uma dieta específica, chamada de protocolo autoimune (AIP), que resultou na diminuição dos sintomas.

Isso ocorre porque o intestino, essencial no processo digestivo, é um dos órgãos mais importantes e relevantes quando o assunto é sistema imunológico e doenças autoimunes.

Alimentos anti-inflamatórios, como fígado de boi, vísceras de animais, coração de galinha, são ricos em vitaminas do complexo B, vitaminas K2 MK7 e poderosos antioxidantes. Além disso, há os peixes ricos em ômega-3, DHA, além da própria luz solar que está ligada diretamente a produção de vitamina D3. Todos eles ajudam a reduzir a inflamação e melhorar a função imunológica.

Esses alimentos contém ainda vitaminas, minerais e antioxidantes que ajudam a manter o corpo saudável e fortalecem o sistema imunológico, não por ativação do mesmo, mas por um ação anti-inflamatória, e adormecimento do sistema imunológico.

“A alimentação é um fator de risco para ocasionar inflamações no organismo e desencadear patologias diversas com diversas manifestações clínicas. Por isso, há alimentos que devem ser evitados dentro de uma dieta para os portadores de doenças autoimunes, pois eles podem sim, agravar um quadro inflamatório ou beneficiar o tratamento”, finaliza Aurélio.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Médico aponta que a acupuntura pode trazer benefícios para pacientes com artrite reumatoide, doença intestinal inflamatória e esclerose múltipla

Saúde Mental

Influenciadora recebeu diagnóstico para psicose aguda após desistir do reality show. Entenda as causas e os sintomas do transtorno

Notícias

Assim como escovar os dentes todos os dias, médico otorrino recomenda realizar a lavagem nasal diariamente

Doenças

Com aspectos bastante semelhantes, o lipedema e a celulite são frequentemente confundidos, o que atrapalha o tratamento das condições