Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Gorduras do bem: o que são e qual sua importância para a saúde

Ao contrário das gorduras contraindicadas na dieta, as gorduras do bem são benéficas para o organismo, principalmente a saúde vascular

Gorduras do bem: o que são e qual sua importância para a saúde
Gorduras do bem: o que são e qual sua importância para a saúde - Foto: Shutterstock

Hoje é o Dia da Saúde e Nutrição (31/03), oportunidade para debater e avaliar práticas nutricionais e a importância de comer bem pensando na saúde e bem-estar. E, dentre os diversos pontos do corpo que se beneficiam de uma dieta equilibrada, a saúde vascular se destaca, especialmente quando falamos do consumo de gorduras do bem.

Apesar da noção de que as gorduras devem ser evitadas a todo custo na alimentação para uma vida mais saudável, existem essas que são consideradas benéficas. Conhecidas como ácidos graxos insaturados, elas têm uma série de benefícios para o sistema vascular, ajudando a proteger contra doenças cardiovasculares e melhorando a circulação sanguínea de diversas maneiras.

Presentes em alimentos fontes de ômega-3, como abacates, nozes, amêndoas, castanhas, azeite de oliva e peixes, elas apresentam efeitos positivos no perfil lipídico. 

Benefícios das gorduras do bem

De acordo com a Dra. Cristienne Souza, médica cirurgiã vascular da Venous, o aumento do colesterol HDL (colesterol bom) e a redução do colesterol LDL (colesterol ruim) estão entre esses efeitos positivos. 

“O acúmulo de colesterol LDL nas paredes das artérias pode levar à aterosclerose, um fator de risco significativo para doenças cardíacas”, explica. Além disso, as gorduras boas possuem propriedades anti-inflamatórias. 

“A inflamação crônica é um dos principais fatores que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardíacas, e os ácidos graxos insaturados, como os ômega-3, têm a capacidade de reduzir a inflamação no corpo”, completa Cristienne.

Como diferenciar uma gordura boa de uma ruim

Por outro lado, o consumo em excesso de gorduras prejudiciais à saúde, as trans e saturadas, está associado a um maior risco de doenças cardiovasculares. E, para diferenciar uma gordura boa de uma gordura prejudicial, a Dra. Cristienne destaca que é importante prestar atenção a alguns detalhes. 

“As gorduras boas são líquidas à temperatura ambiente. Por outro lado, aquelas prejudiciais à saúde são sólidas à temperatura ambiente. Além disso, são comumente encontradas em fontes de origem animal e alimentos processados. Também estão muito presentes em carnes gordurosas, produtos de laticínios integrais, alimentos fritos e muitos produtos industrializados”, alerta a cirurgiã. 

“Uma maneira eficaz de identificar o conteúdo dessas gorduras em produtos processados é verificar os rótulos dos alimentos. Evite produtos que contenham gorduras trans em seus ingredientes”, indica a especialista.

Equilíbrio é a chave

Embora as gorduras insaturadas sejam benéficas para a saúde vascular, é fundamental existir uma moderação no consumo.

“Todas as gorduras são ricas em calorias, e o excesso de calorias de qualquer fonte pode levar ao ganho de peso indesejado. O equilíbrio entre diferentes tipos de gordura em uma dieta é importante”, destaca Cristienne. 

A médica também recomenda uma orientação com um profissional de saúde ou um nutricionista para criar um plano alimentar equilibrado. Isto é, que atenda às necessidades específicas de cada pessoa.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Entenda como uma dieta bem elaborada pode auxiliar o descanso adequado e a recuperação do seu organismo

Notícias

O método Roma IV é a principal forma de identificar constipação em crianças, mas pesquisadores apontam forma mais eficiente

Saúde Mental

Profissional aponta as cinco feridas emocionais mais comuns e sugere formas de lidar com as consequências na vida adulta

Notícias

Neurocientista revela que beijamos muito mais com o cérebro do que com a boca. Entenda o que acontece durante o beijo