Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Outono começa essa semana: veja dicas para preparar sua imunidade

A estação proporciona a queda das temperaturas e o aumento de gripes e resfriados. Veja como preparar a imunidade para o outono

Outono começa essa semana: veja dicas para preparar sua imunidade
Outono começa essa semana: veja dicas para preparar sua imunidade - Foto: Shutterstock

O outono começa na próxima quarta-feira, 20 de março. A estação é conhecida pela queda das folhas e frutos de algumas espécies de árvores, além da umidade relativa do ar. Além disso, diminui a incidência de chuvas e aumentam os ventos e nevoeiros. Considerando as características do verão, atual estação, essas mudanças são bruscas, e podem sobrecarregar a imunidade.

Sabemos que é fundamental manter a imunidade alta durante o ano inteiro. No entanto, nos próximos dias isso pode ser ainda mais importante. Isso porque o outono muitas vezes traz consigo uma maior incidência de resfriados, gripes e outras doenças respiratórias, alerta a Dra. Patrícia Santiago, médica pós graduada em nutrologia.

“Manter a imunidade fortalecida ajuda a proteger o corpo contra esses patógenos e a reduzir o risco de ficar doente. Além disso, a mudança nas temperaturas e nas condições climáticas pode causar estresse no corpo, tornando-o mais suscetível a infecções”, destaca.

7 dicas para preparar a imunidade para a chegada do outono

Pensando nisso, a especialista listou alguns hábitos que podem ajudar a fortalecer a imunidade. Confira:

  1. Alimentação equilibrada, pois consumir uma dieta rica em frutas, legumes, verduras, grãos integrais e proteínas magras pode fornecer os nutrientes essenciais para o sistema imunológico;
  2. Beber bastante água, o que ajuda a manter as células do sistema imunológico saudáveis e a eliminar toxinas do corpo;
  3. Prática regular de exercícios físicos, uma vez que o exercício regular pode fortalecer a imunidade, além de contribuir para a saúde geral do corpo;
  4. Sono reparador, pois uma boa noite de sono é essencial para a recuperação e regeneração do sistema imunológico, devido a produção e equilíbrio de alguns hormônios como o GH, que no adulto age diretamente na imunidade;
  5. Reduzir o estresse crônico, pois ele pode enfraquecer as defesas do corpo. Portanto, é importante praticar técnicas de relaxamento, como meditação, ioga ou respiração profunda;
  6. Evitar o consumo excessivo de álcool e o tabagismo que podem comprometer a função do sistema imunológico, tornando-o menos eficaz na luta contra infecções;
  7. Manter a higiene pessoal, como lavar as mãos regularmente, evitar o contato próximo com pessoas doentes e manter os ambientes limpos – atitudes que podem ajudar a prevenir a propagação de germes e infecções.

Alimentos para incluir na dieta 

Patrícia reforça que manter uma alimentação saudável contribui para o fortalecimento da imunidade. Por isso, a médica pós graduada em nutrologia elenca alimentos que devem entrar no prato nos próximos meses:

  • Frutas cítricas como laranja, limão e kiwi, ricos em vitamina C;
  • Vegetais verde-escuros, como espinafre e brócolis, fontes de vitaminas e minerais essenciais;
  • Alho, conhecido por suas propriedades antimicrobianas;
  • Iogurte e outros alimentos fermentados, que contêm probióticos que ajudam na saúde intestinal;
  • Chá verde, rico em antioxidantes;
  • Oleaginosas como amêndoas e castanhas, que são fontes de vitamina E;
  • Proteínas magras, como peixes, frango e leguminosas.

A especialista enfatiza ainda a importância de manter-se hidratado com consumo de água regularmente. Além disso, é imprescindível dormir o suficiente e gerenciar o estresse, pois o sono e o estresse têm impacto negativo na imunidade.

O que evitar para preservar a saúde durante o outono

Por outro lado, a médica ressalta também o que deve ser evitado para não colocar em risco as defesas do corpo. Veja a seguir:

  • Alimentos processados e ultraprocessados, que são geralmente ricos em gorduras saturadas, açúcares adicionados e sódio;
  • Bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos industrializados;
  • Gorduras trans encontradas em alimentos fritos e produtos assados industrializados;
  • Excesso de álcool, que pode prejudicar o sistema imunológico e causar danos ao fígado e outros órgãos;
  • Carnes processadas, como salsichas e bacon, pois estão associadas a um maior risco de doenças crônicas;
  • Alimentos ricos em gorduras saturadas, como carnes gordurosas e laticínios integrais, em excesso;
  • Excesso de sal, que pode levar à pressão alta e outros problemas de saúde.
  • Tabagismo e exposição ao fumo passivo, que podem enfraquecer o sistema imunológico e aumentar o risco de doenças cardiovasculares e câncer.
Advertisement

Você também vai gostar

Sem categoria

O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Entenda a importância do diagnóstico precoce

Saúde Bucal

A cárie oculta costuma surgir em locais onde a escova de dentes e o fio dental não alcançam. Veja como identificar o problema

Beleza

A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais feitas no Brasil, mas ainda é cercada de muitos mitos e tabus

Dor

Ortopedista aponta que a dor pode surgir no quadril sem percebermos, e irradiar para o joelho, causando bastante desconforto