Connect with us

O que você está procurando?

Doenças

Síndrome Respiratória Aguda Grave: primeiros sintomas e prevenção

Aprenda a identificar a condição ainda no início para evitar maiores complicações

Síndrome Respiratória Aguda Grave
Síndrome Respiratória Aguda Grave - Foto: Shutterstock

Nos últimos dias, o estado do Amazonas registrou um forte crescimento de casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Inclusive, um boletim da Fiocruz informou que, em 13 das 27 unidades federativas, o sinal de crescimento de casos está concentrado entre as crianças.

Além disso, outros estados, como Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e Sergipe também apresentaram aumento dos casos. Mas, afinal, o que é a Síndrome Respiratória Aguda Grave?

O que é a Síndrome Respiratória Aguda Grave

Segundo o Dr. Bernardo Almeida, mestre em doenças infecciosas pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e Diretor Médico da Hilab, as causas para a doença são múltiplas.

“Essa é uma síndrome que se caracteriza pelo conjunto de sinais e sintomas que podem ter como causa uma série de doenças, sendo a pneumonia a principal. Por isso, são diversos os agentes etiológicos, como o Streptococcus pneumoniae, influenza ou o Sars-CoV-2, por exemplo”, esclarece o infectologista.

Primeiros sintomas da condição

O médico explica que os principais indicadores da SRAG são tossefebre dificuldade para respirar. No entanto, os quadros podem vir associados a sintomas de síndrome gripal. Como cefaleia e sinais de gravidade, como choque ou descompensação de doença de base (insuficiência cardíaca ou DPOC, por exemplo).

Sintomas complexos e com potencial de agravamento. Portanto, ao identificar um ou mais sintomas descritos acima, a indicação consiste em procurar ajuda médica. Afinal, a Síndrome Aguda Respiratória Grave pode causar diversos danos à saúde e, inclusive, a morte.

Geralmente, cuidados mais intensos, como a internação, por exemplo, tornam-se necessários. Além disso, o isolamento social e a realização de testes que auxiliem na identificação da causa da SRAG também são fundamentais para evitar uma possível propagação. Afinal, a síndrome pode ser causada por doenças contagiosas, como gripe e Covid-19.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Mais de 65 milhões de pessoas possuem catarata em todo o mundo, a maioria idosos, e a única forma de tratar a condição é...

Notícias

Colocado através de cirurgia, o implante coclear é indicado para pacientes com perda auditiva severa à profunda

Notícias

Compressões na coluna vertebral podem pode afetar a funcionalidade dos nervos, levando a sensação de formigamento nas mãos e nos dedos

Doenças

A sarcopenia diminui a massa muscular, a força e, com isso, a qualidade de vida de pessoas idosas - especialmente as sedentárias