Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Sopa engorda? Veja as principais dicas para quem quer emagrecer

Entenda quais ingredientes têm potencial de aumentar o nível calórico da sua sopa, atrapalhando o processo de emagrecimento

Sopa engorda? Veja as principais dicas para quem quer emagrecer
Sopa engorda? Veja as principais dicas para quem quer emagrecer - Foto: Shutterstock

O frio chegou oficialmente e, com ele, desperta em muitas pessoas o ímpeto de fazer sopa. Afinal, além de esquentar nos dias gelados, o prato é prático e versátil, já que se adapta aos gostos de cada um.

No entanto, quem está de dieta e tem planos de emagrecer, muitas vezes se pergunta se as sopas podem atrapalhar nesse objetivo. Pensando nisso, conversamos com alguns especialistas para entender o potencial da sopa em engordar ou eliminar peso.

Sopa engorda ou emagrece?

Antes de mais nada, é importante destacar que nenhum alimento ou preparação isolada tem a capacidade de engordar ou emagrecer um indivíduo. “Até porque o processo de emagrecimento e o de ganhar peso dependem de diversos fatores como seus hábitos alimentares, rotina de atividade física, sono e muito mais”, aponta a nutricionista Larissa Olmo. 

Portanto, o valor nutricional da sopa irá variar de acordo com sua composição. Ou seja, os ingredientes e quantidades desses utilizados na hora do preparo. “Porém, os ingredientes também podem variar, respeitando os seus objetivos pessoais e combinados com seu nutricionista”, acrescenta a especialista.

Ingredientes para adicionar e para evitar

O também nutricionista Antonio Matos lembra que ingredientes como creme de leite, queijos gordurosos, carnes ricas em gordura e óleos adicionados, por exemplo, podem aumentar significativamente o teor calórico de uma sopa.

Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition destacou que sopas cremosas tendem a ser mais calóricas devido ao alto teor de gordura e calorias em comparação com sopas claras à base de caldo de legumes ou caldos magros de carne, informa o profissional.

Christian Aguiar, médico especialista em medicina natural e suplementação, destaca ainda que o consumo de pão junto com a sopa também aumenta o potencial calórico do alimento. Nesse sentido, estudos indicam que a adição de carboidratos refinados, como pães brancos, pode contribuir para o ganho de peso e dificultar o controle da glicemia. 

“Se optar por consumir pão junto à sopa, escolher versões integrais ou de grãos inteiros pode fornecer fibras e nutrientes adicionais, além de ajudar a manter a sensação de saciedade por mais tempo”, recomenda Antonio.

Por outro lado, segundo Christian, os melhores ingredientes para uma sopa ser emagrecedora são legumes e carne magra. 

“Essas são as melhores coisas que se pode pôr numa sopa para ela contribuir pro emagrecimento. Isso porque aí você tem a proteína, os legumes são pouco calóricos, e você tem bastante minerais que vão ajudar a emagrecer. Temperos também, porque os temperos são anti-inflamatórios e aceleram o metabolismo”, explica o médico.

O macarrão, lembra o especialista em medicina natural, pode ser prejudicial para pessoas que têm sensibilidade ao glúten. Contudo, a presença da massa não é obrigatória nas receitas de sopa.

Auxílio no emagrecimento

Para Christian, as sopas podem, na verdade, contribuir com a perda de peso. “As sopas costumam ajudar a emagrecer porque elas têm uma baixa densidade calórica, saciam bastante, são muito nutritivas e estimulam os receptores gustativos, diminuindo o apetite”, explica. Além disso, elas também têm bastante água, o que aumenta a sensação de saciedade. Por isso, tendem a emagrecer.

Os benefícios deste prato, no entanto, vão além. Christian explica que as sopas têm substâncias prebióticas que melhoram a qualidade da microbiota intestinal. Assim, fortalecem a imunidade e regulam diferentes funções do organismo. “[As sopas] extraem os minerais dos alimentos de forma que esses minerais fiquem muito mais biodisponíveis”, acrescenta o médico.

Alerta

Em qualquer ocasião, evite alimentos ultraprocessados como sopas e caldos prontos, pede a nutricionista Larissa Olmo. “Eles não são nutritivos e podem ser prejudiciais quando consumidos em grande quantidade e com frequência”, alerta. 

“O uso de temperos e caldos prontos, por serem ultraprocessados, o seu consumo quando feito em grandes quantidades e com frequência, além de serem calóricos, são prejudiciais para nossa saúde. Sendo assim, independentemente do seu objetivo, sempre prefira o uso de alimentos nutritivos e temperos naturais para o preparo de sua sopa”, finaliza a especialista.

Advertisement

Você também vai gostar

Alimentação

Ricas em vitaminas e proteínas, as sementes de cânhamo são consideradas um superalimento graças aos impactos positivos no organismo

Sem categoria

Diversos fatores podem levar ao surgimento da dermatite seborreica, como a má higienização, uso de alguns produtos e até mesmo o frio

Doenças

As hepatites virais (principalmente B e C) causam cerca de 375 milhões de casos pelo globo, e podem evoluir para formas graves

Beleza

O “banho premium plus” é mais uma tendência de autocuidado que viralizou nas redes sociais. Veja quais são as recomendações de especialistas