Connect with us

O que você está procurando?

Emagrecer

Dieta para emagrecer 10kg em 30 dias; como fazer

Entenda o que acontece com o seu corpo durante o processo de queima de gordura

Dieta para emagrecer 10kg em 30 dias
Dieta para emagrecer 10kg em 30 dias - Foto: Shutterstock

Encontrar uma boa dieta para emagrecer 10kg em 30 dias, no primeiro momento, parece algo tentador. Afinal, com o verão cada vez mais perto, quem não gostaria de perder aquele excesso de gordura o mais rápido possível? Ficar de bem com o seu corpo traz confiança, por exemplo, para aproveitar as férias na praia ou na piscina. Sem medo de ser feliz.

Mas, cuidado com planos alimentares que prometem conquistas rápidas e significativas. Geralmente, essas estratégias são muito rigorosas e acabam se tornando perigosas para a saúde. Além disso, podem causar um efeito contrário a médio e longo prazo. Ou seja, você se dedica muito por um tempo, sofre com restrições e, depois de alcançar seu objetivo, cai em compulsão e acaba regredindo. Trata-se do famoso efeito sanfona.

“Quando o nosso organismo percebe os períodos de escassez de alimentos ele passa a preservar os estoques de gordura, que são essenciais para disposição e energia e isso pode ser perigoso, especialmente por conta do chamado efeito rebote, quando há um ganho de peso considerável logo após o período de restrição alimentar”, explica a médica nutróloga e especialista em medicina integrativa, Dra. Esthela Oliveira.

A verdade sobre a dieta para emagrecer 10kg em 30 dias

Portanto, muito cuidado quando se deparar com alguma dieta para emagrecer 10kg em 30 dias. Você pode colocar sua saúde física e mental em jogo para obter um resultado que não vai ser duradouro. A melhor estratégia para perder gordura de verdade e não engordar novamente é apostar em um estilo de vida saudável, que seja agradável o suficiente para você não pensar em abandonar mais.

A maneira mais eficaz de evitar o famoso efeito sanfona, segundo a Dra. Esthela, é passar por uma reeducação alimentar. “Essa reparação na rotina alimentar deve ocorrer a partir de uma mudança completa de hábitos. Afinal, quando tomamos consciência daquilo que está sendo consumido e do nosso real estado de saúde, passamos a fazer escolhas mais saudáveis e priorizar a qualidade dos alimentos, melhorando não apenas a estética, mas adquirindo mais bem-estar e qualidade de vida”, ressalta.

O segredo para emagrecer e não engordar novamente

Não excluir grupos alimentares. “Excluir por completo alguns grupos alimentares pode ser uma medida muito drástica. Prefira sempre procurar pelo auxílio de um profissional, ele pode orientar sobre as quantidades ideais de cada grupo alimentar para cada organismo”, aconselha Esthela.

Evitar dietas com restrições rigorosas. “Dietas restritivas são insustentáveis a longo prazo, por isso o ideal é que ocorra uma mudança de hábitos que resultem em uma reeducação alimentar, tornando as escolhas e relação com a comida mais saudáveis”, reforça.

Não retomar os hábitos anteriores à perda peso. “É importante que as escolhas saudáveis e consciência daquilo consumido não sejam deixadas de lado após atingir o número desejado na balança. Retornar aos hábitos alimentares prévios à perda de peso resultam no retorno dos quilos a mais”, alerta.

A pressa costuma atrapalhar

Por fim, Esthela enfatiza que é essencial que esse processo seja feito de forma gradual e sempre com o acompanhamento de um especialista. Isso porque é o profissional quem vai auxiliar quanto às escolhas alimentares ideais e tratamentos complementares para um emagrecimento saudável. Emagrecer nem sempre é uma tarefa fácil.

Advertisement

Você também vai gostar

Beleza

O inverno exige mais cuidados com a pele por conta do clima seco e das temperaturas baixas, que causam ressecamento

Alimentação

Nada melhor do que um bom chá para esquentar o corpo e fortalecer a saúde neste inverno. Confira algumas opções

Doenças

As doenças respiratórias estão entre as enfermidades mais comuns durante o inverno. Entenda quais as doenças mais frequentes e como prevenir

Notícias

Estudo mostrou que 88% das pessoas de todo o mundo têm menos vitamina D no corpo do que o recomendado, o que causa diversos...